Serviços

Ano novo: comece a correr em 2016

Antes de começar uma rotina de treinamentos, é preciso realizar o check-up e buscar orientação profissional para evitar lesões musculares / Foto: DivulgaçãoAntes de começar uma rotina de treinamentos, é preciso realizar o check-up e buscar orientação profissional para evitar lesões musculares / Foto: Divulgação

São Paulo - A chegada de um novo ano faz com que muitas pessoas criem uma lista de promessas para o ciclo que se inicia e a inclusão da prática de atividade física na rotina é um desejo frequente. E a corrida pode ser uma excelente escolha, afinal não só protege o coração, reduzindo níveis de colesterol, pressão arterial e glicemia, como fortalece a estrutura óssea, auxilia na perda de peso, traz equilíbrio mental e ainda promove a socialização.
 
Mas, antes de colocar o pé na rua ou na pista, um check-up prévio é necessário, para evitar surpresas desagradáveis, alerta o educador físico e personal trainer Eduardo Rodrigues. “Além da avaliação clínica, o ideal é que os iniciantes no esporte passem por um check-up e realizem os exames médicos específicos como, por exemplo,  um hemograma, testes de avaliação de colesterol e glicemia e o teste ergométrico, pois avalia a função cardiovascular durante o exercício. Depois disso, uma avaliação física é importante para que um profissional do esporte acompanhe o início do treinamento”.
 
Feitos os exames, o próximo passo para correr com o pé direito é buscar orientação, algo que 60% dos corredores amadores não fazem, segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT).   Entre as queixas mais recorrentes de quem corre estão as dores musculares. O que nem todos sabem: para que o treinamento seja bem-sucedido e sem inconvenientes, alguns detalhes devem ser levados em consideração.
 
Como enumera o gerente de produto da unidade MIP do Aché Laboratórios, Ricardo Montanheiro, existe uma maneira certa de pisar, qual tênis usar, em que tipo de pista praticar, quais as velocidades a serem alcançadas, assim como o tempo de treino, horários das corridas e alimentação do praticante. “Além disso, um bom tênis, um boné e um óculos para se proteger do Sol não podem faltar no kit do corredor. E em casos de lesões ou dores musculares, o indicado é utilizar um produto à base de diclofenaco dietilamônio, princípio ativo do Biofenac, do Aché, com ação analgésica e anti-inflamatória.”, acrescenta o gestor.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook