13 dicas para quem vai correr a São Silvestre

13 dicas para quem vai correr a São Silvestre / Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press13 dicas para quem vai correr a São Silvestre / Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

São Paulo - A alguns dias da principal corrida de rua do País, muitos atletas profissionais e amadores já começam a se preparar para enfrentar a  clássica São Silvestre.  Mas você sabe o que fazer para prevenir lesões e se preparar melhor? A fisioterapeuta do Inovar Saúde, Pâmela Bulgarelli, dá algumas dicas para quem vai participar da prova.
 
- Marinheiros de Primeira Viagem:  Preparar-se meses antes da prova é muito importante. Inicie um treino em que você possa conhecer trajetos similares ao da prova;
 
- Prepare seu corpo: Um treino adequado, acompanhado de um profissional especializado, vai garantir que seus músculos, sistemas cardiovascular e respiratório estejam saudáveis, garantindo sucesso no esporte e uma recuperação melhor após a corrida.
 
- Um dia antes: Sono é fundamental! Durma bem, pelo menos 8 horas. Isso vai fazer seu corpo se preparar para o trabalho intenso e atípico que acontecerá.
 
- Coma bem: Alimente-se corretamente, faça um café da manhã reforçado, um lanche da manhã com frutas, almoce cerca de 3 a 4 horas antes da largada. Prefira um prato nutritivo e bem distribuído, consulte um nutricionista para auxilia-lo a respeito das quantidades para o seu caso. Cerca de uma hora antes da corrida, faça um novo lanche.
 
- Hidrate-se: Beber muita água é de extrema importância para manter o equilíbrio do seu corpo em provas desgastantes. Inicie a ingestão desde o café da manhã e mantenha durante todo o percurso.
 
- Vista-se adequadamente: Use roupas confortáveis, que permitam a transpiração e, de preferência, que sejam claras. Faça uso do protetor solar e, se estiver sol, opte por usar um boné.
 
- Cuidado com os pés: Nada de ir correr com o tênis que você acabou e comprar. O calçado já deve ter sido usado diversas vezes e deve conter uma estrutura firme em calcanhar que não permita movimentos inadequados durante a passada. Assim como um bom sistema de amortecimento, já que a prova é longa e o impacto grande. 
 
- Aqueça-se: Chegue com antecedência ao local da largada e inicie exercícios de aquecimento, isso promoverá um melhor desempenho e reduzirá os riscos de lesão.
 
- Observe-se: Preste atenção em seu corpo e ritmo durante todo o percurso. Respeite seus limites nas subidas, curvas e trechos que exijam mais desempenho físico e mental.
 
- Continue andando: Após o término da corrida, continue caminhando por, pelo menos,  cinco minutos. Assim, o corpo promoverá uma desaceleração gradual do ritmo cardíaco e de todos os sistemas envolvidos na atividade.
 
- Alongue-se: Faça exercícios com tranquilidade, lembre-se de manter a postura e respire bem.
 
- No caso de dor: Faça compressa gelada ou bolsa de gelo nas regiões que apresentarem mais dor ou cansaço. Lembre-se de proteger o local com uma toalha para evitar contato direto com a pele. O gelo é um anti-inflamatório natural e auxilia na prevenção e tratamento de processos dolorosos.
 
- Nos dias seguintes: Hidrate-se e alimentese corretamente após a corrida e nos dias seguintes. Não faça atividades que exijam grande esforço físico, apenas faça exercícios de carga leve para preservação e segurança do corpo.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook