Band vence e dispara na Taça Tupi

Equipe abriu vantagem no primeiro tempo, mas enfrentou resistência na etapa final / Foto: DivulgaçãoEquipe abriu vantagem no primeiro tempo, mas enfrentou resistência na etapa final / Foto: Divulgação

São Paulo - Band Saracens e Rio Branco se encontraram mais uma vez no ano, dessa vez pela segunda rodada da Taça Tupi. Vindo de uma vitória difícil na estreia, o Band contava com mais um bom desempenho para manter a liderança do grupo e os comandados de Guilherme Marques cumpriram seu objetivo, mantendo a única campanha perfeita no campeonato até aqui e prolongando a sequência de vitórias sobre o tradicional rival.
 
A partida começou tensa, as equipes se estudando muito e depois de conter os primeiros avanços dos Pelicanos, o Band abriu o placar em sua primeira subida, depois de duas fases com os forwards e rápida inversão de bola até a ponta que encontrou Pablo voando para apoiar, mesmo sofrendo um tackle alto. Maranhão descontou para o adversário logo depois com um penal.
 
Depois do início equilibrado, a partida foi totalmente dominada pelo Band, que anotou duas vezes com Laurent, uma delas em uma pintura inciada por Erick a cinco metros de seu ingoal e Leandro “Cavalo” rasgando a linha de defesa com sua força característica. Devon deu números finais à etapa inicial em mais uma boa subida pela esquerda, onde os bandeirantinos encontravam mais facilidade.
 
A larga vantagem e o domínio territorial e de posse da etapa inicial poderia prever um jogo mais fácil na etapa complementar, mas nem de longe foi o que aconteceu, apesar de Eduardo “Zinho” ampliar logo no começo em mais um scrum arrasador do time de preto, superior ao longo de toda partida. O jogo se tornou mais parelho esquentando cada vez mais, com muitos desentendimentos e empurrões a cada nova infração, e refletiu nos ânimos dos jogadores. Os Pelicanos diminuiram, mas Beto rapidamente restabeleceu a vantagem, atropelando o defensor para apoiar mais um para o Band.
 
Com boa vantagem no placar, o Band Saracens diminuiu o ritmo, e trocou boa parte do pack, deixando o jogo mais nivelado e dando oportunidades para o Rio Branco, que anotou mais duas vezes aproveitando ainda a vantagem numérica depois da exclusão de Gil. A reação Pelicana terminou com o try de Raucci, aproveitando uma falha de marcação na saída de 22m que caiu em suas mãos e correu 30m sem oposição. No minuto final, Laurant completou seu hat-trick e deu números finais à partida.
 
Com a vitória, o Band se isola na liderança do grupo A, com 10 pontos e é o único clube da competição com 100% de aproveitamento. Seu próximo adversário será o vice-líder Templários daqui a uma semana, e um novo triunfo praticamente garante a equipe na elite nacional em 2018.
 
Placar final: Band Saracens (31) 51 X 22 (03) Rio Branco
 
Band Saracens
Tries: Pablo, Laurent (3), Leandro “Cavalo”, Devon, Eduardo “Zinho”, Beto Pedroza
Conversões: Erick Iglesias (3)
Cartões Amarelos: Gabriel Paganini e Bruno Gil
 
Band Saracens: 1 – Gabriel Saraiva, 2 Eduardo Cabette, 3 Gudemberg Cerqueira, 4 Leo Monteiro, 5  Yuri Horalek (C), 6 Bruno Gil, 7 Devon Müller, 8 Gabriel Paganini, 9 Willi Broderick, 10 Erick Iglesias, 11 Beto Pedroza, 12 Leandro Caetano, 13 JP dos Santos,
14 Laurent Bourda, 15 Pablo Hernandez
 
Reservas: 16 Caio Brihy, 17 Lukas Gil, 18 Luiz Fernando, 19 João Simonetti, 20 Gabriel Lobo, 21 Diogo Raucci, 22 Daniel Di Giani, 23 Bruno Sabino
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook