Rondônia estreia no vôlei vencendo a equipe da casa

Atletas rondonienses venceram a tensão do primeiro jogo com união da equipe / Foto: Washington Alves/Exemplus/COBAtletas rondonienses venceram a tensão do primeiro jogo com união da equipe / Foto: Washington Alves/Exemplus/COB

Curitiba - Na estreia da Terceira Divisão do torneio feminino de vôlei, no domingo, dia 17, o Colégio Maria Arlete, de Rondônia, venceu a equipe do Colégio Marista Santa Maria, representante de Curitiba dos Jogos Escolares da Juventude – etapa de 12 a 14 anos. Além dos 26 estados e o Distrito Federal, a cidade sede do evento tem o direito de inscrever uma delegação para disputar o evento.
 
As meninas do Marista Santa Maria fizeram uma boa partida, mas, na hora da decisão, prevaleceu a força da equipe de Rondônia, que fechou em 2 sets a 0 (31/29 e 25/15). Destaque para o primeiro set, disputado até o 31º ponto, com muita emoção.
 
O técnico do time vencedor, Silvan Freitas, destacou a importância de ganhar o primeiro jogo do torneio. “É uma pena que seja justamente contra a equipe anfitriã, mas tínhamos que cumprir o dever de casa”, comentou o treinador.
 
Para a capitã do time de Rondônia, Isabela Martendal, a estreia é inspiração para o resto da competição. “Assim a gente já fica com um espírito de querer ganhar os outros jogos, para conseguir chegar à final, que é o nosso objetivo”, contou.
 
As atletas de Rondônia contaram que a vitória na partida se deve à união da equipe. “Estávamos todas nos ajudando durante o jogo. Quando tinha que dar bronca ou na hora de elogiar, todas estavam lá”, destacou Marya Eduarda, que joga na posição central.
 
As meninas do Colégio Maria Arlete, de Rondônia, estão treinando para os Jogos Escolares desde dezembro. “Estamos nos preparando desde o ano passado, sem férias, com três a quatro dias de treino por semana. Nesse período próximo à competição, às vezes até cinco”, contou Freitas. “A equipe é homogênea e temos duas levantadoras que dão conta do recado. As jogadoras fazem as substituições obrigatórias e não deixam o nível de jogo cair, o que é fundamental”, complementou o treinador, sobre suas atletas.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook