Maratona do Rio terá tira-teima entre Brasil e Quênia na elite

Com sete campeões da prova na disputa, países protagonizarão duelo no dia 18 de junho / Foto: Thiago Diz / Maratona do RioCom sete campeões da prova na disputa, países protagonizarão duelo no dia 18 de junho / Foto: Thiago Diz / Maratona do Rio

Rio de Janeiro - São 15 anos de história e um retrospecto que mostra a força de Brasil e Quênia. No dia 18 de junho, a Maratona CAIXA da Cidade do Rio de Janeiro terá um novo duelo entre os países que mais venceram a prova de 42km (15 vitórias dos brasileiros contra oito dos quenianos nas categorias masculino e feminino).
 
Na elite masculina deste ano, os destaques entre os africanos são o atual campeão, Elijah Kipkemei Kemboi, e o vencedor de 2010, Anderson Chirchi Kipronm, que terão como principais oponentes o baiano Edmilson dos Reis Santana, primeiro colocado em 2014, e o pernambucano Marcos Antônio Pereira, que venceu em 2009. Na disputa feminina, a queniana Ednah Mukhwan vencedora de 2014, enfrenta desafiantes como a compatriota Leah Jerotich (vice-campeã no ano passado), a baiana Marizete Moreira dos Santos (vencedora em 2008) e a amazonense Raimunda Maria da Fonseca (campeã em 2004). Além da categoria elite, esta edição da prova reunirá 33 mil corredores de 47 países em provas de 6km, 21km e 42km. 
 
"Me sinto tão bem como no ano em que venci a prova (2009). Estou bem treinado, tenho feito corridas mais curtas com percursos que lembram o da Maratona do Rio. Não estou indo só como um competidor, vou lutar para subir ao lugar mais alto do pódio. A altitude de Garanhuns (PE) e viver perto da minha família me ajudam demais. Quero representar bem meu clube (Cruzeiro Esporte Clube / Prefeitura de Garanhuns / Profesp) e o agreste pernambucano", finaliza Marcos Antônio.
 
Bater 2h17min05. Esse é um dos objetivos de Elijah Kipkemei Kemboi, que anotou esse tempo no ano passado e volta a competir na orla carioca, nesta que é uma das maratonas mais desejadas do mundo. A largada acontecerá às 7h30, na Praça do Pontal do Tim Maia, e a chegada é no Aterro do Flamengo. O atleta ainda tem no histórico o segundo lugar na Maratona do Rio de 2015. Além dele e de Anderson Chirchi Kipron, a prova deste ano contará com Godfrey Kipcosgei Kosgei entre os quenianos.  
 
Com relação aos brasileiros, além de Edmilson dos Reis Santana e Marcos Antônio Pereira, há outros corredores com ótimos resultados recentes que podem brigar não só pelo pódio, como pelo título. Ênio Cleiton de Lima, atual campeão da Maratona Internacional Mauricio de Nassau, em Recife, é um deles. Ubiratan José dos Santos e Sergio Celestino da Silva – respectivos quarto e quinto lugares na Maratona do Rio de 2016 – também estão na briga.
 
Entre as mulheres, a disputa promete ser igualmente acirrada. A queniana Leah Jerotich vem de excelentes resultados, como a vitória na Maratona Internacional de São Paulo, em abril, e deve apimentar a briga pela primeira colocação. A brasileira Mirela Saturnino, terceira colocada na Maratona do Rio de 2016 e vencedora do Sul-Americano de Maratona deste ano, no Chile, também chega bem à prova, assim como Rejane Ester Bispo, quinta colocada na última Maratona do Rio.
 
O evento reunirá 33 mil pessoas. Além da disputa dos 42 km, que conta com 11.500 inscritos, 13.500 mil corredores participarão da Meia Maratona Olympikus da cidade do Rio de Janeiro (21 km) e 8.000 da  Family Run Smart Fit, que tem percurso de 6 km.A Maratona CAIXA da Cidade do Rio de Janeiro integra o calendário oficial de eventos e datas comemorativas da cidade do Rio de Janeiro. O evento é realizado e organizado pela Spiridon Eventos e pela Dream Factory. A tradição e a excelência da prova, além do cenário único, ajudaram a colocar o evento entre os melhores de sua categoria no mundo. O número recorde de inscritos consolida a prova como uma das corridas de rua mais desejadas do calendário mundial.
 
Percurso - No dia 18 de junho, a prova de 42 km terá largada às 7h30 na Praça do Pontal do Tim Maia, no Recreio dos Bandeirantes, passando pelas praias do Recreio, Reserva, Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e chegando no Aterro do Flamengo. A largada da Meia Maratona Olympikus da Cidade do Rio de Janeiro – 21 km, será realizada às 6h45 na Praia do Pepê, Barra da Tijuca, e a da Smart Fit Family Run – 6 km, acontece às 8h no Aterro do Flamengo, na altura da Rua Cruz Lima. Todas as chegadas acontecem no Aterro do Flamengo, entre as Ruas Tucumã e Cruz e Lima.
 
Premiação - Serão distribuídos cerca de R$ 200 mil em prêmios: R$ 60 mil entre os dez primeiros (masculino e feminino), além de bonificação de R$ 5 mil para o melhor brasileiro (ou brasileira). Para completar, haverá em disputa um prêmio extra pela quebra do recorde da prova.
 
Melhores tempos da Maratona do Rio - Os melhores tempos até hoje na Maratona da Cidade do Rio de Janeiro são: 2h14min55s no masculino e 2h34min41s no feminino.
 
Masculino:
 
2016 - Elijah Kipkemei Kemboi Quenia/Luasa Sports/Caixa – 2h17min05
2015 - Willy Kangogo Kimutai – 2h14min55 (recorde da prova)
2014 - Edmilson dos Reis Santana - 2h17min12
2013 - Giomar Pereira da Silva – 2h18min02
2012 - Willy Cangogo Kimutai - Luasa Sports -  2h14min58
2011 - Patrick Tambwe Ngoie – França – 2h:18:14
2010 - Anderson Chirchi Kiprono – Quênia-  2h19min54s
2009 - Marcos Antônio Pereira – Brasil – 2h17min10s
2008 - Domingos Nonato da Silva - 2h17min20
2007 – Élson Alex Gracioli - 2h18min30
2006 – José Pereira da Silva - 2h21min14
2005 – Cláudio S. Pereira da Cruz - 2h21min18
2004 – Francisco Armendes Cardoso - 2h20min44
2003 – Alex Januário de Mendonça - 2h16min39
 
Feminino:
 
2016 - Priscila Lorchima Quenia/Luasa Sports/Caixa – 2h41min23
2015 - Caroline Chemutai Komen – Quenia -  2h37min52
2014 - Ednah Mukhwana - Quenia - 2h40min32
2013 – Letay Negash Hadush - Etiópia – 2h40min18
2012 - Thabita Kibet - Luasa Sports - 2h34min41 (recorde da prova)
2011 - Kum Ok Kim – Coréia do Norte – 2h35min22s
2010 - Sirlene de Sousa de Pinho – Brasil – 2h43min15s
2009 - Marizete Rezende – Brasil – 2min42min46s
2008 - Marizete Moreira dos Santos - 2h39min09
2007 - Marily dos Santos - 2h42min16
2006 - Leone Justino da Silva - 2h49min58
2005 - Denise Paiva de Lucas - 2h49min59
2004 - Raimunda Maia B. da Fonseca - 2h57min33
2003 - Leone Justino da Silva - 2h46min54
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

 
 
Curta - EA no Facebook