Dos 2,7 mil participantes da Meia Maratona de Pomerode, 35% não eram de SC

Programação contou ainda com 10k de trail run, 6k e maratoninha kids, que proporcionaram um fim de semana regado de esporte na cidade mais alemã do país / Foto: DivulgaçãoProgramação contou ainda com 10k de trail run, 6k e maratoninha kids, que proporcionaram um fim de semana regado de esporte na cidade mais alemã do país / Foto: Divulgação

Santa Catarina - Um encontro entre esporte e tradição germânica transformou o clima da cidade mais alemã do Brasil neste fim de semana. A programação da Meia Maratona de Pomerode (SC) começou no sábado (28) com a retirada dos kits e a largada da prova de trail run, e terminou no domingo (29), com 6k, 21k e maratoninha kids.
 
Esta foi a décima edição do evento, que está consolidado como um dos mais tradicionais do país para atletas amadores e profissionais. A realização é da Corre Brasil, que reuniu 2,7 mil participantes em todas as modalidades. Cerca de 35% deles vieram de fora de Santa Catarina. 
 
A primeira prova, 10k trail run entre trilhas e estradas sinuosas de Pomerode (SC), foi uma das novidades. Além dos desafiadores terrenos, os 150 participantes encararam ainda o clima: as temperaturas altas e a umidade trouxeram a sensação de abafamento, que dificultou o rendimento. O primeiro a cruzar a linha de chegada foi Douglas Juliano Howe, que finalizou a prova em 1h00min31s. No feminino, Adrieli Cardoso de Oliveira alcançou o lugar mais alto do pódio com 1h11min35s. 
 
A largada mais esperada aconteceu às 7h de domingo (29): os 21k da Meia Maratona de Pomerode. Foram 1,2 mil atletas competindo pelo pódio. Além de bandinhas alemãs pelo trajeto, os atletas que corriam de forma amadora tiveram um ponto de hidratação diferente: o chope de uma cervejaria artesanal local foi distribuído. No percurso, estiveram ainda alguns dos pontos turísticos do município. O vencedor foi Leandro Marcelino de Oliveira, com o tempo de 1h08min35s. Entre as mulheres, Simone Ponte Ferraz foi a primeira colocada com 1h20min41s.
 
No trajeto de 6k, que teve a saída às 7h15min, Carlos Alexandre F. de Moura conquistou o 1º lugar, terminando a prova em 18min46s. Priscilla Vieira Gonçalves levou a melhor no feminino, com o tempo de 22min51s. Às 9h30min foi a vez da maratoninha kids, que reuniu mais de 100 crianças com idades de 5 a 14 anos, nos percursos de 100m, 200m e 400m.
 
Para Ricardo Ziehlsdorff, diretor executivo da Corre Brasil, organizadora do evento, a estrutura da prova e os atrativos da cidade são os diferenciais. “É o que chamamos de turismo esportivo. As pessoas não vêm só para correr e, sim, para conhecer e explorar a região”, diz. Segundo ele, esta edição foi a que contou com maior participação de pomerodenses. “Isso mostra o quanto o município abraçou a prova. É um motivo de muito orgulho para nós completarmos 10 anos em Pomerode”, afirma. 
 
Além da tradicional premiação, os atletas foram recebidos dentro do Pavilhão Municipal de Eventos com bandas folclóricas, grupos de dança do município e chope artesanal. Este último, aliás, foi destaque não só na chegada. No ponto de hidratação do quilômetro 17, os corredores podiam optar pela bebida ao invés da água. Já no pódio, os atletas receberam uma medalha comemorativa dos 10 anos e brindes de patrocinadores. Roberto Vilela, consultor empresarial blumenauense, diz que o evento já faz parte do seu calendário anual de provas de rua. “A Meia Maratona de Pomerode é sempre muito especial pra mim. Neste ano, mesmo correndo lesionado, consegui finalizar os 21K em 1h31min, um dos melhores tempos que já fiz para o percurso. Além disso, tive o prazer de ver o meu primeiro livro, que fala justamente das lições que a corrida me proporcionou e como as aplico também aos negócios, entre as premiações. Sem dúvida, foi um evento para ficar na história", diz.
 
Os resultados da Meia Maratona de Pomerode estão disponíveis no site www.correbrasil.com.br/resultados-2017
 
Presença de ex-atleta olímpico - Quem participou da 10ª edição do evento pode conhecer de perto uma celebridade do meio esportivo no país. André Domingos, ex-atleta olímpico, medalhista de bronze em Atlanta (1996) e prata em Sydney (2000), esteve presente na corrida prestigiando os atletas e fazendo a entrega das premiações. O velocista brasileiro foi padrinho da prova, que teve patrocínio da Caixa. 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

 
 
Curta - EA no Facebook