Pan-americano de Wrestling marca início da caminhada até Tóquio-2020

Com presença dos principais atletas nacionais e potências olímpicas da modalidade, torneio acontece de 5 a 7 de maio, em Lauro de Freitas, na Bahia / Foto: Ruiva Fight/CBWCom presença dos principais atletas nacionais e potências olímpicas da modalidade, torneio acontece de 5 a 7 de maio, em Lauro de Freitas, na Bahia / Foto: Ruiva Fight/CBW

Bahia - Os melhores atletas de Wrestling das Américas lutam de 5 a 7 de maio o Pan-americano de Wrestling 2017, em Lauro de Freitas, Bahia. A competição é a primeira de grande porte do ciclo olímpico Tóquio-2020 e também o primeiro desafio internacional para os lutadores nacionais do ano.
 
O Pan-americano já conta 150 lutadores pré-inscritos e 23 países confirmados, entre eles Estados Unidos, Cuba e Canadá, potências da modalidade no planeta. Cada vez mais presente no circuito das grandes competições internacionais, o Brasil recebe pela segunda vez o Pan de wrestling. A primeira foi em 2006, no Rio de Janeiro.
 
“Em 2014, tivemos a honra de receber o Pan-americano cadete com atletas até 17 anos, em 2015 foi a vez do Campeonato Mundial Júnior, também na Bahia. No ano passado, os Jogos Olímpicos do Rio e agora o Pan-americano. É uma alegria ver o Brasil entrar de vez no circuito dos torneios internacionais. Receber esses torneios é fruto do trabalho de atletas e de todos os envolvidos com o wrestling brasileiro. Tenho certeza que a equipe nacional vai ter um bom desempenho e trazer medalhas para o país”, garantiu Pedro Gama Filho, presidente da Confederação Brasileira de Wrestling e membro do Bureau da United World Wrestling, entidade máxima do esporte.
 
A equipe brasileira é formada por 24 competidores distribuídos nos três estilos da modalidade: greco-romano, wrestling feminino e estilo livre. Entre os grequistas, os destaques ficam por conta de Davi Albino, até 98kg e Joílson Júnior até 66kg. Já entre as mulheres, Lais Nunes busca defender a medalha de ouro conquistada na edição passada, em Frisco, Estados Unidos, enquanto Aline Silva é uma das favoritas na divisão até 75kg. No estilo livre, Filipe Esteves é um dos destaques da delegação. Filipe, campeão sul-americano em 2015, é baiano e pretende transformar o apoio da família em medalha.
 
“Meus familiares sempre acompanham as lutas pela internet e dessa vez vão poder me ver lutar no local da competição. É um grande incentivo para qualquer atleta ter a família gritando seu nome. Quando fui campeão sul-americano tracei a meta de subir ao pódio no pan-americano e conto com a força deles para atingir mais esse objetivo”, afirmou Filipe que disputa o Pan-americano na categoria até 65kg.
 
Confira a programação do Pan-americano de Wrestling 2017 e a lista de atletas brasileiros
Local: Centro Pan-americano de Judô, Rua Amarílio Thiago dos Santos, s/n - Praia de Ipitanga, Lauro de Freitas,Bahia.
 
Dia 5 –  Estilo greco-romano (Eliminatórias 10h às 13h e finais 17h30 às 19h30)
59kg – Calebe Correa
66kg – Joílson Júnior
71kg – Kenedy Pedrosa
75kg – Ângelo Moreira
80kg – André Pinto
85kg – Ronisson Brandão
98kg – Davi Albino
130kg – Antônio Henrique dos Santos
 
Dia 6 – Wrestling feminino (Eliminatórias 10h às 13h e finais 17h às 19h) 
48kg – Caroline Soares
53kg – Giullia Penalber
55kg – Mayara Graciano
58kg – Brenda Palheta
60kg – Andria Pimentel
63kg – Lais Nunes
69kg – Dailane Reis
75kg – Aline Silva
 
Dia 7 – Estilo livre  (Eliminatórias 10h às 13h e finais 17h às 19h)
57kg – Wellington Silva
61kg – David Moreira
65kg – Filipe Esteves
70kg – Lincoln Messias
74kg – Matheus Frota
86kg – Pedro Rocha
97kg – Felipe Oliveira
125kg – Jhonatan Lopes
 
1

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook