Brasil domina o placar com Marlon Zanotelli e João Castro em GP4* na Polônia

Cavaleiros brasileiros Marlon e o jovem talento João garantiram o 1º e 3º lugar em GP, a 1.60 metro, em Samorin, mesmo local onde o Time Brasil conquistou ouro na Copa das Nações 2017. Em 2018, a disputa por uma vaga nos Jogos Equestres Mundiais promete agitar o 1º semestre / Foto: X-bionic Equestor SphereCavaleiros brasileiros Marlon e o jovem talento João garantiram o 1º e 3º lugar em GP, a 1.60 metro, em Samorin, mesmo local onde o Time Brasil conquistou ouro na Copa das Nações 2017. Em 2018, a disputa por uma vaga nos Jogos Equestres Mundiais promete agitar o 1º semestre / Foto: X-bionic Equestor Sphere

Polônia - Só deu Brasil no GP válido pelo Ranking FEI Longines, a 1.60 metro, no Concurso de Salto de Internacional 4* em Samorin, Polônia, primeiro evento de hipismo indoor no X-Bionic Sphere Olympic Training Center. O cavaleiro top do Brasil Marlon Zanotelli levou Celena VDL à vitória e o jovem talento João Victor Castro, pupilo de Nelson Pessoa, com Quentin PJ garantiu a importante 3ª colocação.
 
Dos 42 conjuntos, 16 avançaram ao desempate idealizado pelo italiano Uliano Vezzani. Marlon e Celena VDL, uma sela holandesa filha de Mr. Blue em Chin Chin de 10 anos, garantiram a vitória sem faltas em 37s54. O cavaleiro de ponta da Holanda Harrie Smolders com Zinius foi vice, pista limpa, 38s77. 
 
João Victor, jovem talento de Manaus de apenas 20 anos, e Quentin PJ, um hannoverano filho de Quidam de Revel em Escudo de 11 anos, fecharam o desemmpate com percurso limpo, 40s15. João mora na Bélgica há cerca de três anos, onde conta com todo apoio de seu treinador com Nelson Pessoa, ícone do hipismo brasileiro e mundial.
 
“Vencer um GP em um Concurso como esse é sensacional. O X-Bionic Sphere tanto em sua temporada indoor como outdoor. Estivemos aqui no verão e também encontramos condições de competição ideais", declarou Marlon, que no mesmo local em 1/9/2017 integrou o Time Brasil campeão das Copa das Nações ao lado de Luis Felipe de Azevedo Filho / Chacito, Carlos Eduardo Motta Ribas / Wilexo e Karina Johannpeter / Casper.
 
Marlon, 29, maranhense radicado na Europa há cerca 10 anos, defendeu o Brasil nos Jogos Equestres Mundiais 2014 e Jogos Pan-americanos 2015. Em 2011, Marlon passou a ser o primeiro cavaleiro da Ashford Farm na Bélgica onde viria a se casar com a amazona sueca Angelica Augusston. Há cerca de um ano, o casal está a frente de um negócio próprio na Bélgica.
 
Atualmente, Marlon é o segundo melhor brasileiro no ranking da Federação Equestre Internacional (contagem até 31/10) na 47ª colocação, atrás de Pedro Veniss, 34º. Yuri Mansur, 49º, é o 3º melhor. Todos devem subir de posição no novo ranking a ser divulgado na virada do mês. Ao lado de outros nomes grandes nomes do hipismo brasileiro, Marlon, Pedro e Yuri estão entre os fortes candidatos a uma vaga no Time Brasil de Salto nos Jogos Equestres Mundiais 2018, entre 11 e 23 de setembro, em Tryon (EUA).
 
GP4* Samorin, 1.60 metro
 
Campeão Marlon Modolo Zanotelli / Celena VDL - Brasil - 0/37s54
Vice Harrie Smolders / Zinius - Holanda - 0/38s77
3º João Victor Castro / Quentin PJ - Brasil - 0/40s15
4º Allen Bertram / Hector van d´Abdiijhove - Irlanda - 0/41s15
5º Werner Muff / Daimler - Suíça -0/41s38
6º Szabolcs Krucso / Chacco Blue II - Hungria 0/44s38
 
Resultado completo.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

Rio 2016

Hortência dá conselhos ao filho:  "Vila Olímpica é disneylândia sexual"

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook