Brasileiro e Internacional de Adestramento têm equipe multidisciplinar na organização

Principal evento da categoria no país inicia as disputas nesta sexta, 10, na Sociedade Hípica Brasileira no Rio de Janeiro, e vai até domingo, 12 / Foto: DivulgaçãoPrincipal evento da categoria no país inicia as disputas nesta sexta, 10, na Sociedade Hípica Brasileira no Rio de Janeiro, e vai até domingo, 12 / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - A partir desta sexta-feira, 10, cavaleiros e amazonas de todo o país vão se revezar pela Sociedade Hípica Brasileira, na Lagoa, na Zona Sul do Rio de Janeiro.
 
Até domingo, 12, eles serão cerca de 80 conjuntos que vão estar nas disputas do Campeonato Brasileiro, do Concurso Internacional (CDI3*), da Taça Brasil, do Desafio Brasil e do Brasileiro de Cavalos Novos de Adestramento. São cinco grandes eventos que até a mais experiente das equipes se vê diante de muitos desafios para colocá-los de pé. E na capital fluminense não foi diferente!
 
Os profissionais que trabalharam e vão continuar trabalhando pelos próximos três dias para que tudo dê certo vão de secretariado, veterinários e, é claro, oficiais e juízes. É o caso de Claudia Mesquita.
 
Consagrada como uma das grandes juízas internacionais do Brasil, de uma das modalidades mais charmosas do programa olímpico, a paulista é a presidente do júri de campo do evento, que conta com juízes internacionais do Adestramento, como o holandês Eddy de Wolf, a mexicana Mercedes Campdera, os argentinos Cesar Lopardo e Sandra Smith e o chileno Max Piraino. Todos eles estarão ao lado de outros nomes importantes como os cariocas Salim Nigri, Claudia Sant’Anna e Marcio Costa.
 
“Pela primeira vez temos quatro concursos nacionais e um internacional em um grande evento no Rio. Para os conjuntos mais experientes é mais um desafio disputar fora de casa; para os novos, de jovens atletas das categorias de base, é um grande incentivo e aprendizado estar em um torneio desses. Ou seja, em todos os aspectos é um impulso para a modalidade no Rio”, Claudia destaca.
 
A juíza cita a belíssima localização da arena, entre dois dos mais famosos cartões postais da Cidade Maravilhosa: a Lagoa Rodrigo de Freitas e o Cristo Redentor. Ela torce para que até domingo, a comunidade do hipismo nacional possa ter a melhor experiência de um evento desse porte.
 
“Espero uma troca de experiências positiva e um sucesso, que já se confirma pelo elevado número de participantes. Que seja um incentivo para os jovens e novos concorrentes e criadores, que apóiam e contribuem para a evolução do Adestramento”, Claudia reforça.
 
Amazona e ciclista - Seguindo as normas da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) e as regras da Federação Equestre Internacional (FEI), a organização do evento de Adestramento no Rio está a cargo da Federação Equestre do Estado do Rio de Janeiro (Feerj), na pessoa de sua diretora de Adestramento Alejandra Fernandez, e da Sociedade Hípica Brasileira (SHB). Dentre as dezenas de pessoas que estão por trás do projeto está Alba Ceccoti, diretora de Adestramento da SHB.
 
Muito antes da função de dirigente da Hípica do Rio, Alba já tinha uma relação muito íntima com os cavalos. Ela pratica Adestramento há 18 anos e já participou de inúmeras competições com o esporte olímpico. Há dois anos, porém, por uma triste situação que vivenciou (morte de um cavalo), ela acabou colocando outra modalidade em voga na sua vida: o ciclismo.
 
“Deixei as competições equestres de lado para me dedicar à bike, mas tenho trabalhado meu cavalo de quatro a cinco dias na semana”, Alba mostra que seu amor pelos cavalos não acabará tão cedo. “Como estou fazendo parte da organização deste evento, resolvi não participar das provas, mas meu cavalo estará lá na categoria Forte I com a minha atual instrutora, a amazona Gilda Lippincot”, ela conta.
 
Campeã do ranking da Feerj de Média I de 2008, a amazona, ciclista e dirigente conta que a organização do torneio precisou de um trabalho em equipe primoroso e que até promessa para Santa Clara tá valendo! E por quê? Para não chover, já que pode atrapalhar e muito o desempenho dos conjuntos.
 
“A vontade de deixar uma boa impressão é um aliado na preparação de um evento como esse. Os atletas olímpicos que estarão aqui serão, sem dúvidas, um grande incentivo para as novas gerações”, ela se refere aos irmãos Luiza e Pedro Almeida, à Giovana Pass e a Leandro Silva. Os três primeiros estiveram em Rio 2016 e Leandro em Pequim 2008.
 
Jogo limpo - Dentre tantas figuras importantes para a realização do evento no Rio, uma delas não poderia deixar de ser citada: os veterinários. No torneio da Cidade Maravilhosa eles serão três: Ana Carolina Brandileone, Laura Noronha e Luciana Almeida. Em um momento em que estarão presente 80 animais de grande porte a presença deles é mais do que necessária.
 
Dentre eles, Ana Carolina Brandileone se apresenta com um currículo bem vasto. A veterinária da Federação Equestre do Estado do Rio de Janeiro (Feerj) já participou de várias seletivas para os Jogos Pan-Americanos e para campeonatos sul-americanos e muitos brasileiros. Com 25 anos de profissão, ela sabe que a prioridade de seu trabalho é o bem estar dos animais.
 
“A gente tem que sempre ter em mente o Clean Sport for Horses, ou seja, o desporto limpo para os cavalos, para manter a integridade do esporte equestre, assim como o bem estar animal”, Ana Carolina enfatiza. “Esperamos que  todos os conjuntos participantes façam suas melhores apresentações, conquistando seus melhores resultados, seguindo normas e regras e que seus animais sejam respeitados em mais um grande evento na Hípica do Rio”, a veterinária acrescenta.
 
Concurso Internacional, Brasileiro, Taça Brasil, Desafio Brasil e Brasileiro e Brasileiro de Cavalos Novos de Adestramento
Data: de 9 a 12 de novembro, a partir das 9h
Local: Sociedade Hípica Brasileira, Av. Borges de Medeiros, 2448, Lagoa, Rio de Janeiro, RJ
Ingressos: Entrada franca
Mais informações: www.feerj.com.br
 
Programação:
 
Sexta-feira (10 de novembro)
Concurso Internacional de Adestramento
Campeonato Brasileiro
Brasileiro de Cavalos Novos
Taça Brasil
 
Sábado (11 de novembro)
Concurso Internacional de Adestramento
Campeonato Brasileiro
Brasileiro de Cavalos Novos
Desafio Brasil-RJ
Taça Brasil
 
Domingo (11 de novembro)
Concurso Internacional de Adestramento
Campeonato Brasileiro
Taça Brasil
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

Rio 2016

Hortência dá conselhos ao filho:  "Vila Olímpica é disneylândia sexual"

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook