Centro de Desenvolvimento do Handebol recebe Acampamento Cadete Feminino

Mais de 60 atletas de diversas partes do País ganharão conhecimento e serão observadas durante nove dias / Foto: John Cheng/DivulgaçãoMais de 60 atletas de diversas partes do País ganharão conhecimento e serão observadas durante nove dias / Foto: John Cheng/Divulgação

São Paulo - Após as edições Juvenis Masculina e Feminina, chegou a vez da categoria Cadete Feminina participar do Acampamento Nacional de Desenvolvimento e Melhoria Técnica do Handebol. A partir desta terça-feira (17), o Centro Nacional de Desenvolvimento da modalidade, em São Bernardo do Campo (SP), irá receber 66 atletas de várias partes do País.
 
Os Acampamentos são um momento muito esperado e sonhado pelas jogadoras e também por professores e técnicos de diferentes Estados, que são convidados a participar das atividades para, posteriormente, transmitirem os parâmetros trabalhados lá para outros atletas quando voltarem para casa. A maior parte das integrantes foram selecionadas nas edições regionais realizadas durante esse ano, e as demais foram observadas em campeonatos estaduais, Jogos Escolares e também pela indicação de técnicos.
 
Durante nove dias, as aspirantes a profissionais contarão com toda a estrutura do Centro e com o apoio de um corpo técnico especializado para que todos os aspectos da vida de atleta sejam tratados. Não é apenas na quadra e nas explicações teóricas que o Acampamento é trabalhado, mas sim com palestras e com os cuidados de nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos e com a experiência de atletas que já cumpriram o objetivo de integrar a Seleção Brasileira.
 
Assistente técnico da Seleção Feminina, técnico da Seleção Juvenil Feminina e treinador do Clube Português/AESO, do Recife (PE), Cristiano Rocha estará na coordenação dos trabalhos durante o período e espera dias muito proveitosos com a categoria.
 
"De forma geral, o Acampamento tem uma função muito importante de difundir conhecimento ao maior número possível de atletas de diferentes regiões do País. Como teremos a participação de muitos Estados, as jogadoras vão poder levar um pouco do conhecimento para os treinadores de todos eles", apontou. "Temos também como objetivo detectar novos talentos, que já começaram a se destacar nos Acampamentos Regionais. Para mim, como técnico da Seleção Juvenil, também será importante para observar algumas atletas da categoria que serão Juvenis no ano que vem e poderão ser convocadas", lembrou.
 
Ele destaca as diferenças de foco entre as diferentes classes. "O trabalho da Cadete é um pouco diferente da Juvenil. Vamos tentar focar mais na questão da tática e técnica individuais para que as meninas consigam ter o maior número de informações possíveis dentro desses recursos ofensivos e defensivos e tentar também melhorar as tomadas de decisão delas nesses quesitos. Acho que vai ser um Acampamento muito legal e que vai acrescentar e enriquecer muito para as jogadoras", acrescentou.
 
O Acampamento Cadete Feminino contará com atletas dos Estados de Alagoas, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e do Distrito Federal.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook