Acampamento Nacional começa nesta sexta-feira (22) em São Bernardo do Campo

Primeiras atividades no Centro Nacional de Desenvolvimento serão do Juvenil Feminino / Foto: Cinara Piccolo/Photo&GrafiaPrimeiras atividades no Centro Nacional de Desenvolvimento serão do Juvenil Feminino / Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia

São Paulo - Depois de meses de trabalho com as ações dos Acampamentos Regionais, chegou a hora do Acampamento Nacional de Desenvolvimento e Melhoria Técnica do Handebol, projeto da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), em parceria com os Correios. O programa começa nesta sexta-feira (22) com as primeiras atividades do Juvenil Feminino.
 
O Acampamento Nacional conta com as atletas que se destacaram na fase regional em cada estado, e o objetivo é padronizar a forma como o handebol é trabalhado em todo o Brasil e descobrir talentos para dar continuidade à renovação das seleções nacionais.
 
A partir desta sexta, 70 meninas do Juvenil de 13 estados diferentes, mais o Distrito Federal, vão dividir experiências e aprender ao máximo até 1º de outubro no Centro Nacional de Desenvolvimento do Handebol, localizado em São Bernardo do Campo (SP).
 
O coordenador de Seleções da CBHb, Washington Nunes, falou sobre a importância do projeto. "O Acampamento Nacional é um dos maiores pilares que poderíamos oferecer para o desenvolvimento da modalidade no País. Significa que estamos atentos a todos os atletas e todos os estados com todos os campeonatos que estão sendo realizados, além dos estados que passamos nos Acampamentos Regionais. Isso dá ao Acampamento Nacional uma possibilidade de realmente trabalhar com o que há de melhor em cada categoria. E isso, com certeza, será a base da formação das futuras seleções", disse.
 
Os Acampamentos Regionais terminaram no fim de agosto e passaram, em 2017, por Goiás, Amazonas, Paraíba, Santa Catarina, Piauí, Acre, Maranhão, Sergipe, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Pará, Pernambuco e Alagoas, além do Distrito Federal. Mais de 1800 atletas e 300 professores participaram das atividades este ano. Em 2018, terão sequência no Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, São Paulo e Tocantins.
 
Washington também explicou o que todos os atletas do masculino e do feminino vão aprender durante este período no Acampamento Nacional. Um dos pilares será tornar os jovens capazes de compreenderem diferentes práticas de jogo.
 
"Vamos oferecer possibilidades para que o atleta visualize uma forma de jogar que seja nossa, mas, ao mesmo tempo, que ele possa entender que essa característica é jogada no Mundo todo. Estamos internacionalizando o jogo dos atletas, facendo com que eles se tornem capazes de competir e fazer leituras de jogo internacional. O Acampamento tem o passo a passo com muitas dinâmicas, ou seja, desenvolvimento técnico individual, tanto ofensivo quanto defensivo, ajustes de postos e, principalmente, sistemas defensivos", afirmou.
 
Todas as atividades serão realizadas no Centro de Desenvolvimento, que foi inaugurado no ano passado. "Esse Acampamento Nacional tem um marco que é fazer na nossa casa. Para quem esteve lá na inauguração ou treinando, o braço fica arrepiado a cada vez que entramos. Agora, vamos fazer uso desse espaço e trazer todos os atletas ao Centro, que será o epicentro de um terremoto que revolucionará o esporte brasileiro. Temos que tirar uma foto e colocar na parede, porque vamos ter muita história para contar", finalizou Washington.
 
Após as atividades do Juvenil Feminino, o Acampamento terá sequência com 66 jovens do Juvenil Masculino, de 4 a 13 de outubro. Até o fim do ano, as categorias Infantil e Cadete masculina e feminina também serão atendidas.
 
Serviço
Acampamento Nacional de Desenvolvimento e Melhoria Técnica do Handebol
 
Data: 22 de setembro a 1º de outubro - Juvenil Feminino
Local: Centro Nacional de Desenvolvimento do Handebol
R. Tiradentes, 1837 - São Bernardo do Campo (SP)
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook