Millena Aquino coloca Castro Alves (ES) no caminho do nono título dos Jogos Escolares

Time encara o Colégio Abaco de São Paulo, atual campeão, na decisão / Foto: Wander Roberto/Exemplus/COBTime encara o Colégio Abaco de São Paulo, atual campeão, na decisão / Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB

São Paulo - O Colégio Castro Alves, de Cariacica (ES), e o Colégio Ábaco, de São Bernardo do Campo (SP), se enfrentam às 9 horas desta quinta-feira, dia 21, na final da primeira divisão do handebol feminino dos Jogos Escolares da Juventude Curitiba 2017, no ginásio 2 da SEET – IPCE, com entrada franca. 
 
Nesta quarta, nas semifinais, a equipe capixaba derrotou o Colégio Anglo Líder (PE), de Recife, por 12 x 11, em jogo emocionante, enquanto a equipe paulista venceu a Escola Estadual 13 de Maio, de Sorriso (MT), por 27 x 14.
 
O Colégio Castro Alves soma oito títulos na competição para atletas de 12 a 14 anos da maior competição escolar do país. O destaque da equipe é central e cérebro do time, Millena Aquino, com cinco gols na semifinal. “Foi um jogo muito nervoso. Lutamos muito, corremos atrás no fim quando perdíamos por uma bola e defendemos como nunca no fim da partida para não sofrer o gol de empate. Agora vamos tentar buscar esse título novamente”, disse Millena.
 
A armadora esquerda da equipe, Lívia Oliveira, também foi muito bem na partida (balançou as redes adversárias quatro vezes), mas ninguém jogou com mais coração do que a pequenina ponta direita Isadora Barbosa, de apenas 12 anos. Com muita raça, ela se jogou na bola no fim da partida após ataque das pernambucanas e evitou o gol de empate.
 
“Foi um jogo vibrante. Nunca imaginei que o handebol seria tão importante na minha vida”, disse, emocionada, a pequena gigante, irmã da também atleta Maria Eduarda, hoje com 17 anos e que vai representar o Colégio Castro Alves em novembro, em Brasília, na categoria 15 a 17 anos dos Jogos Escolares da Juventude.
 
A equipe do Castro Alves é comandada pelo técnico Emerson Erlacher, que participa dos Jogos Escolares desde 2003. Na semifinal, o time enfrentou as pernambucanas do Colégio Anglo Líder, time comandado por Cristiano Silva, que já trabalhou como treinador da seleção júnior e desde o fim de 2011 é o comandante da seleção brasileira juvenil. Assim como Emerson, Cristiano tem longa história nos Jogos Escolares. Sua estreia aconteceu em 2001.
 
Na arquibancada, a Embaixadora dos Jogos Escolares da Juventude, Silvia Helena Pereira, e o diretor de esportes do COB, Agberto Guimarães, viram de perto a emocionante partida entre capixabas e pernambucanas. O diretor geral dos Jogos Escolares, Edgar Hubner, ex-atleta do handebol, também marcou presença na partida.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook