Técnico da Seleção Feminina faz balanço positivo após término do Curso Internacional

Jorge Dueñas passou por quatro cidades brasileiras e trocou experiências com 314 professores inscritos / Foto: DivulgaçãoJorge Dueñas passou por quatro cidades brasileiras e trocou experiências com 314 professores inscritos / Foto: Divulgação

São Paulo - Antes mesmo de comandar os primeiros treinamentos da Seleção Feminina de Handebol, o espanhol Jorge Dueñas iniciou o trabalho na Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) com o Curso Internacional, que visa unificar a forma como a modalidade é praticada no País.
 
O técnico medalhista olímpico passou por quatro cidades no mês de agosto e ministrou aulas práticas e teóricas a 314 professores inscritos. Além disso, as atividades contaram com atletas da região.
 
A primeira parada foi em Goiânia (GO), de 17 a 19 de agosto. As vagas para o curso se encerraram rapidamente, com a participação de 69 professores. Na sequência, foi a vez de Balneário Camboriú (SC). Com 95 professores inscritos, Dueñas ministrou o curso durante os dias 21 e 23 de agosto.
 
Depois, o treinador partiu para Manaus (AM), e as atividades foram realizadas de 25 a 27 de agosto com a presença de 80 professores. Por fim, a última etapa do curso passou por Maceió (AL) entre 29 e 31 de agosto, onde as vagas também foram rapidamente preenchidas, e 70 professores aprenderam com Dueñas.
 
Além dos inscritos, as aulas em todas as cidades também contaram com a presença de atletas, que, além de ajudarem nos ensinamentos práticos, também puderam ser observadas pelo treinador espanhol e, quem sabe, fazer parte do processo de trabalho das Seleções Nacionais.
 
Após o fim do Curso Internacional de Handebol, Dueñas fez um balanço sobre as aulas e a passagem pelas quatro cidades. "Foi uma experiência muito positiva. Conheci o handebol brasileiro em quatro estados muito diferentes, e conseguimos fazer uma boa transmissão de ideias de trabalho para os treinadores. Além disso, também pudemos fazer a detecção de algumas jogadoras com talento para fazer parte do nosso controle de atletas", disse o treinador.
 
O conteúdo prático e teórico do curso abordou fundamentos como a defesa, o papel do pivô, inferioridade numérica, sistemas de ataque, entre outros.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook