Seleção Brasileira de Conjunto vai à final na Copa do Mundo

Equipe consquistou vaga na decisão de cinco arcos na primeira competição do novo ciclo / Foto: DivulgaçãoEquipe consquistou vaga na decisão de cinco arcos na primeira competição do novo ciclo / Foto: Divulgação

Rússia - O Brasil conquistou, nesta sexta-feira (11), uma vaga nas finais da Copa do Mundo de Ginástica Rítmica de Kazan, na Rússia - que conta com a elite mundial da modalidade. A Seleção de Conjunto fez uma bela estreia no novo ciclo com a classificação para a decisão dos cinco arcos, após somar 15,750 e ficar na oitava colocação das classificatórias.
 
Ao som de 'Gimme! Gimme! Gimme!', da banda sueca ABBA, as meninas mostraram uma coreografia animada e com boa dificuldade e execução conseguiram passar por concorrentes como Estados Unidos, Canadá, França, Suíça, Finlândia, entre outros. No total, 16 países competiram.
 
O conjunto é formado por Alanis Avila, Francyelly Pereira, Gabrielle Silva, Heloísa Bornal, Jessica Maier, Marine Vieira, Thainá Santos e Thaís Santos, que são acompanhadas pela treinadora Camila Ferezin e pela assistente técnica Bruna Rosa.
 
"Estamos muito felizes com a nossa estreia! Iniciamos o ciclo muito bem, com uma final logo na 1ª competição disputada. Foi preciso ter coragem para encarar uma Copa do Mundo e Campeonato Mundial com 3 meses de preparação, exatos 85 dias de treinamento. Para quem trabalha com GR na modalidade de conjunto, sabe o quanto é difícil estarmos prontas em tão pouco tempo, porque são novas músicas, novos aparelhos, novas coreografias e estreia de novas ginastas na Seleção. Poderíamos ficar lamentando todas as dificuldades enfrentadas, mas não, trabalhamos com muito foco e estratégia e hoje confirmamos que estamos no caminho certo! Agradecemos a CBG por acreditar em nós, ao patrocinador Caixa Econômica, ao COB e a todos envolvidos!", comemorou Camila Ferezin. 
 
Quem também vibrou com o desempenho foi Jéssica Maier. "Hoje fizemos nossa estreia em campeonatos internacionais neste ciclo e começamos muito bem. Estamos com uma equipe renovada, com apenas três meses de treinamento, e já conseguimos nos classificar para a final no conjunto de cinco arcos", disse a ginasta. "Amanhã competiremos o conjunto misto, três bolas e duas cordas. Vamos dar o nosso melhor para representar nosso País bem novamente."
 
A apresentação de hoje do conjunto foi a estreia de Heloisa Bornal e Alanis Avila pela Seleção. Para as jovens ginastas, que integraram a equipe esse ano, foi uma sensação indescritível representar o Brasil e já com um resultado tão bom. "Para mim, foi uma emoção inexplicável, foram dias de muito treino e dedicação e hoje foi recompensado. A energia que temos quando estamos em um campeonato de nível mundial é realmente contagiante e o friozinho na barriga sempre vem, mas quando fazemos o que amamos, e eu amo a ginástica rítmica, tudo vale a pena para viver esse sonho de representar meu país e sair feliz como no dia de hoje", resumiu Heloísa.
 
O Brasil competiu também na ginástica rítmica individual com Natália Gaudio e Karine Walter. As classificatórias de hoje foram nas séries de bola, na qual Karine somou 13,600 e Natália 11,400. No arco, Natália fez 12,400 e Karine 11,800. As atletas estiveram acompanhadas pelas técnicas Mônika Queiroz e Gracieli Morais.
 
Para Natália, representante brasileira nos Jogos Olímpicos Rio 2016, esta competição tem uma grande importância, pois é o retorno dela após lesão que sofreu no pé esquerdo durante a Copa do Mundo da Bulgária. "Nátalia está vindo de uma lesão muito séria e, claro, a oportunidade de chegar até aqui é fantástica. Nosso grande foco é o Pan-Americano dos Estados Unidos em outubro. Kazan e o Mundial são importantíssimos para o retorno dela a sua forma, assim como o Brasileiro e o Sul-Americano na Bolívia", disse a técnica Monika Queiroz, lembrando que a Copa de Kazan antecede o Mundial de Pesaro, na Itália, a partir do dia 30. "Ficamos bem contentes que ela pôde realizar as duas provas de hoje."
 
As qualificatórias seguem amanhã com as séries de três bolas e duas cordas para o conjunto e maças e fitas para o individual, a partir das 5h10 (horário de Brasília).
 
Programação
*Horário de Brasília 
 
Sábado (12)
5h10 às 9h30 - Qualificatória individual - maças e fita
11h10 às 12h30 - Qualificatória conjunto - três bolas e duas cordas
 
Domingo (13)
7h- Final individual - arco
7h30 - Final individual - bola 
8h - Final conjunto - cinco arcos 
9h - Final individual - maças 
9h30 - Final individual - fita
10h - Final conjunto - três bolas e duas cordas
 
1

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook