Brasil encerra treinamento de pódio para o Mundial

Thaís Fidelis acerta os últimos detalhes nos aparelhos neste domingo (1º) em Montreal, no Canadá / Foto: Ricardo Bufolin/CBGThaís Fidelis acerta os últimos detalhes nos aparelhos neste domingo (1º) em Montreal, no Canadá / Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Canadá - Depois do masculino no sábado (30), neste domingo (1º) foi a vez do feminino realizar o treinamento de pódio para o Mundial de Ginástica Artística, que será de amanhã (2) a domingo (8), em Montreal, no Canadá. No Estádio Olímpico de Montreal, Thaís Fidelis acertou os últimos detalhes nas séries antes da estreia na competição. Já Rebeca Andrade sentiu um incômodo no joelho direito e foi poupada pela comissão técnica.
 
Neste domingo, Thaís teve a oportunidade de identificar os pontos a serem melhorados nas apresentações com o auxílio da árbitra Yumi Sawasato.
 
“Gostei muito do treino, fiz melhor do que estava treinando e espero que na competição seja ainda melhor. Foi muito importante a presença da Yumi para nos ajudar, e todos da comissão também ajudaram bastante. Estou muito feliz com o nosso trabalho”, disse a ginasta.
 
Thaís e Rebeca estão inscritas para competir em todos os aparelhos (salto, assimétricas, trave e solo) e fazem parte da quinta subdivisão. As qualificatórias serão na quarta-feira (4), a partir das 20h (de Brasília), com atletas da Finlândia, Estados Unidos, Cuba, Ucrânia, Eslovênia, Japão, Coreia, Uzbequistão, Colômbia, China e Panamá.
 
O coordenador de ginástica artística da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Marcos Goto, elogiou a postura de Thaís no treino de pódio e valorizou o crescimento da ginasta. “A Thaís treinou muito bem, não teve queda, o que é importante, está confiante e passou bem pelo treino de pódio. Agora, temos mais dois dias para ajustar o que a arbitragem apontou que dá para melhorar. Hoje, foi até acima do esperado. Ela está bem segura, tranquila e mais experiente”, explicou.
 
A avaliação também foi positiva na opinião do técnico Roger Medina. “Foi muito bom o treino de pódio, e espero que o objetivo final seja tão bom quanto foi hoje. Ela conseguiu cumprir quase 90% do que planejamos e têm detalhes que são melhorados com o tempo, mas já vamos conseguir acertar para quarta-feira”, afirmou.
 
No masculino, os brasileiros fazem as qualificatórias a partir das 10h30 de terça-feira (3) - o treino de pódio ocorreu no último sábado. Arthur Zanetti competirá nas argolas, Arthur Nory estará no solo e na barra fixa, e Caio Souza disputará o individual geral, que ainda tem salto, cavalo com alças e paralelas.
 
O Brasil está na quarta subdivisão ao lado de Nova Zelândia, Holanda, Sri Lanka, Irlanda, Turquia, Itália, Chile, Áustria, Colômbia, Eslováquia, Coreia, Lituânia, Jordânia, Finlândia, Peru e República Tcheca.
 
A organização divulgou neste domingo alguns números da competição. Segundo eles, são esperados 40 mil visitantes de 41 países diferentes para o Mundial que será transmitido para 660 milhões de pessoas em 70 países. Todas as disputas serão no Estádio Olímpico de Montreal, que foi configurado para receber 10 mil espectadores por sessão. Até agora, 40 mil ingressos foram vendidos antecipadamente para os seis dias de disputas.
 
A organização do Mundial conta com 500 voluntários, que darão auxílio aos 400 atletas inscritos na competição. Além deles, outras 700 pessoas integram as delegações dos 71 países participantes.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook