Comissão técnica prepara Thaisa para Copa Pan-Americana e Mundial

Central Thaisa / Foto: Gaspar Nóbrega/InovafotoCentral Thaisa / Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto

Rio de Janeiro – No próximo dia 15, quando a seleção brasileira feminina de vôlei estrear contra a Alemanha, na Liga das Nações, em Barueri (SP), a central Thaisa vai estar completando 31 anos e poderá ser vista na torcida pelas companheiras de equipe.
 
Thaisa está fora da competição e o objetivo é a sua preparação para disputar a Copa Pan-Americana – competição classificatória para os Jogos Pan-Americanos 2019, no Peru – e que acontecerá em julho, no México.
 
"A Liga das Nações já está muito perto e eu não estou forte o bastante e com ritmo. Desde o início já sabia disso. O Zé (técnico José Roberto Guimarães) está focado em me recuperar da melhor forma possível, assim como a Natália e a Dani, para voltarmos na Copa. O importante é ganhar ritmo, ir evoluindo, sem pressa, pensando também no Mundial, em setembro", disse Thaisa.
 
Segundo a central bicampeã olímpica, o trabalho atualmente está sendo mais focado na parte física. "Mas estamos indo gradativamente na quadra, controlando os saltos. E o bacana é que o Zé está super tranquilo comigo, tem me dado muito apoio e respeitando os limites do meu joelho. Porque eu já me cobro muito e me acelero, e ele não me pressiona. Isso me dá tranquilidade. Porque ter gente pressionando e acelerando é a pior coisa que pode existir", completa Thaisa. 
 
Para jogar o Pan-Americano, em 2019, as seleções deverão terminar a Copa Pan-Americana entre as cinco primeiras colocações.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook