Sesc RJ estreia com vitória no Sul-Americano de Clubes

Equipe liderada por Bernardinho não encontrou muita dificuldade para fechar a partida em 3 sets a 0 / Foto: Orlando BentoEquipe liderada por Bernardinho não encontrou muita dificuldade para fechar a partida em 3 sets a 0 / Foto: Orlando Bento

Minas Gerais - O Sesc RJ venceu com facilidade seu primeiro confronto no Sul-Americano de Clubes na noite desta quarta-feira, dia 21 de fevereiro, em Belo Horizonte. Aplicou 3 sets a 0 no Gimnasia Y Esgrima, da Argentina, mostrando que chega com força à competição sul-americana em busca do pentacampeonato. 
 
O Sesc RJ volta à quadra nesta quinta, dia 22, para a partida que encerrará a fase de grupos, contra o Club Universitario San Simón (Bolívia). A outra chave da competição traz o anfitrião Minas, o Regatas Lima, do Peru, e o Boca Juniors, da Argentina. Na semifinal, dia 23, o primeiro colocado de uma chave enfrenta o segundo da outra. Caso o favoritismo das equipes brasileiras se confirme na fase classificatória e na semifinal, Sesc RJ e Camponesa/Minas se enfrentariam na final, no sábado, dia 24.
 
O jogo - O Sesc RJ começou a partida em ritmo intenso, sem deixar o Gimnasia Y Esgrima pontuar até o 5x1. Aos 9x3, a treinadora Casamiquela, do Gimnasia, pediu tempo, mas não conseguiu corrigir os erros da sua equipe, e o Sesc abriu 11 pontos de vantagem aos 17x6. Com a equipe de La Plata errando muito, principalmente na recepção, e a equipe carioca inspirada, o set se encerrou com um elástico 25/13.
 
O início do segundo set foi ainda mais desequilibrado em favor do Sesc RJ. O Gimnasia Y Esgrima marcou seu primeiro ponto aos 7x1. Sem conseguir parar Mayhara, Gabi, Juciely e Drussyla, o time argentino tampouco tinha forças para superar o bloqueio do Sesc RJ, que rapidamente abriu 12 pontos de vantagem, aos 15x3. A superioridade técnica do Sesc RJ prevaleceu ao longo de todo o set, fechado em 25/15.
 
O terceiro set foi marcado pela tentativa de reação do time argentino, que pela primeira vez na partida conseguiu estar à frente no placar. Após um início equilibrado, com disputa ponto a ponto, o Gimnasia Y Esgrima abriu 3 pontos de diferença, marcando 10x7. Depois, alcançou 4 pontos de vantagem (14x10), tendo como destaque em quadra as jogadoras Graff, Acosta e García. Foi quando o técnico Bernardinho pediu tempo pela primeira vez na partida. No retorno, em reação liderada pela dominicana Peña, o Sesc RJ alcançou o time argentino no placar aos 15x15. Após virar em 17x16, o Sesc RJ não saiu mais da dianteira, fechando o set em 25/17 e a partida em 3 sets 0.
 
“O nosso time entrou bem, apesar de não ter estudado muito o jogo delas. Assistimos a um vídeo antes da partida. Mas a gente está preocupada em melhorar nosso time, em melhorar nossa consistência, a nossa regularidade. Nós sacamos muito bem hoje e agora é daí para cima”, disse a levantadora e capitã Roberta.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook