Thaísa volta a jogar e Hinode derrota o Bauru de virada

Central participou dos dois primeiros sets / Foto: Gaspar Nóbrega/InovafotoCentral participou dos dois primeiros sets / Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto

São Paulo – Em noite marcada pelo retorno da central Thaísa às quadras após ausência de 10 meses por conta de uma grave lesão, o Hinode Barueri superou o Vôlei Bauru por 3 sets a 2. A partida foi realizada na noite desta sexta-feira, dia 16 de fevereiro,  em Barueri. O ginásio contou com grande público nas arquibancadas. Skowronska anotou 24 pontos, foi eleita a melhor em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei.
 
“Estou feliz demais pelo retorno. No primeiro set fiquei ansiosa, querendo pontuar a todo custo, mas depois fui me acostumando em quadra. No segundo set achei que estive melhor em quadra”, disse Thaísa.
 
“Estávamos programados para ela jogar dois sets e foi isso que fizemos. Foi uma partida importante pra ela pegar ritmo de jogo, visando já as quartas de final”, complementou o técnico Zé Roberto Guimarães.
 
Após uma pausa, o próximo jogo do Hinode Barueri será realizado na sexta-feira, dia 2 de março, às 21h30, contra o líder Praia Clube, no ginásio José Correa.
 
O jogo - Bauru saiu na frente, mas em dois ataques de Skowronska e um de Suelle o Hinode virou para 3 a 2. As meninas de Barueri abriram 7 a 5, viram as bauruenses empatarem e abriram novamente 2 de vantagem, com 9 a 7. A diferença seguiu até o time visitante empatar no 14º ponto, e virar na sequência, após dois bloqueios bem executados. O Hinode sentiu o mau momento e viu as adversárias abrirem 20 a 16, após rápido contra-ataque.
 
Zé Roberto pediu tempo, fez a inversão 5-1 com Naiane e Edinara nos lugares de Skowronska e Lloyd, e ainda trocou Erika por Fran e Natinha por Dani Terra, mas não conseguiu impedir a vitória do Bauru por 25 a 20, fazendo 1 a 0 no jogo.
 
Empolgado com o resultado, Bauru começou o segundo set abrindo 3 a 0, mas viu o Hinode empatar no 5º ponto, após ataque na rede das visitantes. Aos poucos as meninas de Barueri foram encaixando seu jogo, chegando a virada com 8 a 7, após ataque do Bauru na antena, e abriram 13 a 10 em ace de Thaísa.
 
Sem perder o ritmo, as comandadas de Zé Roberto chegaram a 21 a 13, quando então as adversárias iniciaram uma surpreendente reação, anotando seis vezes seguidas, com direito a três aces da levantadora Juma. Com dois pedidos de tempo, Zé Roberto colocou Sara na vaga de Suelle e arrumou sua equipe, que voltou a pontuar e conseguiu fechar o set em 25 a 22, em ataque de Skowronska bloqueado para fora, empatando o jogo em 1 a 1.
 
Para o terceiro set Zé Roberto colocou Fê Isis na vaga de Thaísa, e após um início equilibrado, viu as adversárias abrirem aos poucos uma vantagem considerável, que começou com 7 a 5, que logo virou 13 a 7, após seguidos erros do Hinode. Nem mesmo dois pedidos de tempo e alterações, como a entrada de Edinara no lugar de Skowronska e Erika na vaga de Suelle surtiram efeito, e o Bauru seguiu dominando o set até fechar o placar em 25 a 15, em ace de Gabi, abrindo 2 a 1 no jogo.
 
Precisando vencer o quarto set de qualquer maneira, o Hinode começou com tudo e rapidamente abriu 9 a 2, em contra-ataque de Skowronska. Aos poucos o time adversário foi reagindo e diminuiu sua desvantagem para apenas 4 pontos, com 16 a 12 para o Hinode. Zé Roberto pediu tempo, o Hinode se recuperou no set e fechou o placar em 25 a 19, empatando o jogo em 2 a 2 e levando a partida para o tie-break.
 
O set decisivo começou lá e cá, com o Hinode abrindo 5 a 3 em china de Fran. Bauru não se abalou, reagiu e virou para 9 a 7, após dois bloqueios seguidos. Zé Roberto pediu tempo e o time de Barueri empatou em 10 a 10, após ataque do Bauru na antena. No momento decisivo, Skowronska e Jaque chamaram a responsabilidade e o Hinode fechou o tie-break em 15 a 13 e o jogo em 3 sets a 2.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook