Saque é a principal arma do Vôlei Nestlé na Superliga 2017/18

Tandara no saque / Foto: João Pires/FotojumpTandara no saque / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo – O Vôlei Nestlé é conhecido, e temido, pela potência ofensiva. Fama ratificada pelos 1.719 pontos marcados em 19 rodadas da temporada 2017/18 da Superliga, números que fazem do time de Osasco o maior pontuador do campeonato. Contudo, vale lembrar que o saque é o primeiro ataque do jogo. E, nesse fundamento, o time de Tandara, Bia, Ninkovic e cia. também lidera. São 104 aces, o melhor aproveitamento entre os 12 clubes que disputam a competição nacional.
 
Tandara e Ninkovic são as atletas do Vôlei Nestlé com melhor aproveitamento no serviço. Com 22 pontos marcados, a oposta aparece em terceiro lugar nas estatísticas da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). Está empatada com a primeira e segunda colocadas, mas fica atrás no critério de desempate. Na média, soma 1,3 ace por partida e 0,3 por set. A sérvia Ninkovic também entra na lista das top 5. Está em quarto, com 20 acertos.
 
“Sabemos que sacar bem é uma arma importante em uma competição equilibrada como a Superliga. Isso porque se conseguimos quebrar o passe do oponente, nosso bloqueio tem mais chances de funcionar bem para matar o ponto ou proporcionar o contra-ataque”, explica a central Ninkovic.
 
Tandara concorda e acrescenta. “Treinamos muito saque. E não apenas a eficiência técnica do movimento e suas variações, mas também a tática. O Luizomar e a comissão técnica estudam os pontos fracos do adversário e nos orientam dos pontos onde devemos mandar a bola”.
 
Para o técnico Luizomar, os dados favoráveis são o resultado do esforço de cada uma de suas atletas em prol da equipe como um todo. “Tandara e Ninkovic aparecem melhor nas estatísticas e merecem esse reconhecimento, mas todas as nossas jogadoras treinam muito para evoluir tanto técnica como taticamente. E acompanhar essa dedicação dia a dia me deixa feliz, orgulhoso e cada vez mais confiante no trabalho que estamos realizando em Osasco”, atesta do treinador.
 
Estatísticas – Após a vitória sobre Bauru na sétima rodada do returno, o Vôlei Nestlé segue dominando o Time do Sonho da Superliga. A equipe de Osasco tem quatro entre as seis atletas na seleção do Campeonato, com Tandara, Bia, Ninkovic e Tássia. Além do quarteto, a ponteira Mari Paraíba integra a equipe B da competição nacional. No total, o clube aparece na liderança no desempenho individual, empatado com o Dentil/Praia Clube, com cinco nomes entre as 14 mais eficientes, de acordo com dados da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).
 
Tandara é a maior pontuadora no geral e segunda na porcentagem das parciais (347 pontos no total e 4,89 por set), segundo a estatística da CBV. Bia é a melhor bloqueadora da Superliga, com 69 pontos marcados, e a quarta colocada em aproveitamento por set, com 0,96 bloqueio vencedor por parcial. Já a líbero Tássia encabeça a relação de recepção mais eficiente, com 73% de aproveitamento no passe.
 
Próximo jogo - Nesta quinta-feira, dia 8 de fevreiro, as atletas do Vôlei Nestlé voltam à quadra, pela oitava rodada do returno da Superliga. O time de Osasco enfrenta o Camponesa/Minas em busca da oitava vitória consecutiva. A partida começa às 19h e terá transmissão ao vivo do Sportv.
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook