Thaisa: "Agora falta bem menos do que faltava"

Thaísa no treino / Foto: Divulgação IEEThaísa no treino / Foto: Divulgação IEE

Rio de Janeiro – No próximo dia 6 de fevereiro completará oito meses que a central Thaisa foi submetida a uma cirurgia no joelho esquerdo. De lá para cá, muito trabalho, empenho e dedicação para voltar a treinar normalmente. E a rotina para que isso aconteça o mais breve possível inclui treino de duas horas pela manhã e mais uma hora de fisioterapia. À tarde é a vez da academia, na qual, alterna dias com exercícios de braço e de perna.
 
"Agora falta bem menos do que faltava. Estou evoluindo a cada dia e está bem próximo do meu médico (Luis Eduardo Tirico, o mesmo que a operou) me liberar para começar a treinar coletivamente, junto com as meninas. E estou muito ansiosa. Tenho me esforçado muito e trabalhado bem duro para conseguir voltar a treinar normalmente. Mas antes tenho que fazer ressonância para ver como o joelho está. Só depois disso podemos começar o trabalho de deslocamento, saltar e tudo o mais. Se Deus quiser, logo serei liberada. Assim espero", disse Thaisa.
 
Por enquanto, a central bicampeã olímpica vem acompanhando os jogos da equipe do Hinode Barueri na Superliga. O time ocupa hoje a sexta posição, com oito vitórias em 16 jogos.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook