Levantador Thiaguinho diz que comprometimento é a palavra de ordem do Sesc RJ em 2018

O levantador é um dos "pilares" da equipe carioca / Foto: Divulgação/Sesc RJO levantador é um dos "pilares" da equipe carioca / Foto: Divulgação/Sesc RJ

Rio de Janeiro – Após as festas de fim de ano, o levantador Thiaguinho está de volta aos treinos do Sesc RJ para dar prosseguimento aos objetivos do grupo. O time terminou 2017 em primeiro lugar na classificação da Superliga masculina de vôlei 2017/2018, com um jogo a mais, e na próxima terça-feira, dia 9, estreará na Copa do Brasil, contra o Corinthians-Guarulhos, no ginásio do Tijuca Tênis Clube (RJ). 
 
"O ano de 2017 para mim se resumiria na palavra comprometimento. Todos no time estavam totalmente focados e comprometidos com o que nos foi proposto. E vamos continuar nesse rumo. Temos objetivos e seguimos trabalhando em busca deles", afirmou o levantador.
 
De volta ao vôlei brasileiro, após uma temporada na Itália, Thiaguinho revela o que aconteceu de melhor no ano passado e o que espera para esta temporada: "Difícil escolher um momento só em 2017. Acho que com a Superliga disputada como está, cada vitória é motivo de comemorar e  guardar na memória. Espero em 2018 fazer a tão sonhada final de Superliga. Acho que muitos times podem chegar na decisão e tudo pode acontecer até lá, mas a certeza que eu tenho é de que vamos fazer de tudo para estarmos jogando no dia 6 de maio. E quero também chegar à seleção brasileira".
 
O próximo compromisso do Sesc RJ na Superliga será no dia 13, contra o Sada Cruzeiro (MG), no Tijuca Tênis Clube. Já a seleção brasileira tem como principal objetivo este ano o Campeonato Mundial, de 10 a 30 de setembro. Pela primeira vez na história, a competição será disputada em duas sedes: Itália e Bulgária. Cabeça de chave, o Brasil, campeão em 2002, 2006 e 2010, está no grupo B, ao lado de Canadá, França, Egito, China e Holanda. Thiaguinho chegou a ser um dos atletas convidados pelo técnico da seleção, Renan Dal Zotto, para fazer parte dos treinos no Centro de Treinamento, em Saquarema (RJ), no ano passado. Mas uma lesão ligamentar no punho direito impediu o levantador de aceitar o convite.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook