Thaisa classifica 2017 como "ano de superação e aprendizado"

Thaisa treinando para voltar em 2018 / Foto: Arquivo pessoalThaisa treinando para voltar em 2018 / Foto: Arquivo pessoal

Rio de Janeiro – Para quem começou o ano escapando de um atentado no Reveillon, na Turquia, sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo e, ainda assim, jogou no sacrifício várias vezes e foi submetida a uma cirurgia, a temporada termina com a expectativa de que 2018 será bem melhor. A central Thaisa, contratada por empréstimo pelo Hinode Barueri para a Superliga de vôlei 2017/2018, fez uma avaliação de tudo o que viveu.
 
"Foi um ano de superação e aprendizado", afirmou, revelando quais as lições que marcaram 2017. "Nunca passar por cima do limite do seu corpo. Saber entender que o seu corpo não é máquina e precisa ser respeitado.. As pessoas só pensam em sugar você até o último segundo sem pensar na sua integridade física, e isso pode custar uma carreira", ressaltou.
 
"Também pude perceber quem realmente está do meu lado nos momentos difíceis, quem realmente estende a mão na dificuldade. E esse ano vi, nitidamente, quem foram essas pessoas", completou a central.
 
Recuperando-se bem da cirurgia, feita no início do mês de junho, Thaisa já fez alguns saltos leves separadamente nos treinos em Barueri. Ainda não há uma data marcada para o seu retorno às quadras, mas a central bicampeã olímpica adianta o que espera para 2018. "Espero conseguir voltar a jogar em alto nível, e de preferência sem dor. Mas, se tiver que sentir dor e puder jogar em alto nível, tudo bem", brinca.
 
Com mais de 3.500 pontos na Superliga e cinco títulos, Thaisa já adianta qual a primeira bola que gostaria de cravar em seu primeiro jogo oficial de retorno. "Acho que primeiro de ataque, porque sou muito atacante, me apego muito no ataque, e em seguida de bloqueio. Mas pontuar no geral, conseguir ir bem e fazer o meu papel dentro de quadra. Isso é o mais importante", conclui Thaisa.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook