Atletas do Vôlei Nestlé investem em treino físico durante as festas de fim de ano

Marcelo Vitorino no aquecimento das atletas  / Foto: João Pires/FotojumpMarcelo Vitorino no aquecimento das atletas / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo - As atletas da equipe de Osasco seguirão com os treinos físicos entre as festas de Natal e Ano Novo, porém, equilibrando trabalho e descanso. O objetivo é ter um elenco com as ‘baterias recarregadas’ em prol do melhor desempenho no retorno da Superliga em 2018. O próximo jogo de Tandara, Bia e cia. será dia 9 de janeiro, no José Liberatti, contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano.
 
O preparador físico Marcelo Vitorino explica que a programação individual das atletas será mantido para manutenção da força muscular e resistência cardiovascular. “Elas trabalharão, em média, duas horas por dia dentro da periodização de cada uma. E isso faz toda a diferença. Não podemos esquecer que temos atletas vindo de uma temporada emendada, ou seja, jogaram a última Superliga, se apresentaram à seleção e depois voltaram para o clube para a nova temporada praticamente sem descanso. Neste período de festas é ótimo para ativarmos a recuperação física”, afirma o profissional, citando Bia, Tandara, que defenderam o Brasil no primeiro semestre, Lorenne, no sub-23, e Angela Leyva, com o time peruano.
 
Tandara e Bia ajudaram a seleção brasileira a ganhar os títulos do Grand Prix, sul-americano e a medalha de prata na Copa dos Campeões. De volta ao Vôlei Nestlé, foram decisivas na conquista do hexacampeonato Paulista. “Quero aproveitar o período de festas de final de ano para cuidar da parte física e descansar, porque 2017 foi um ano gratificante, intenso, mas desgastante. Quero aproveitar também para curtir minha filha e minha família”, explica a oposta, que também faturou prêmios individuais, sendo eleita a jogadora mais valiosa (MVP) do sul-americano e a melhor oposta da Copa dos Campeões.
 
Vitorino reforça o valor de valorizar o cuidado com o físico e o psicológico das jogadoras do Vôlei Nestlé. “Elas terão tempo de estar próximas aos familiares e amigos, de fazer trabalho preventivo quando a lesões, tratar de eventuais dores articulares com mais cuidado e manter o trabalho muscular de potência e resistência de força, além do cardio. Poderão treinar tanto em academia como investir em exercícios funcionais. Vai ser um período para realmente recarregar as energias para trabalhar ainda mais forte em 2018, na sequência da Superliga”, explica o preparador físico.
 
Folga mesmo, as atletas do Vôlei Nestlé terão apenas nas vésperas e nos dias de Natal e Ano Novo. Elas também manterão alimentação equilibrada durante o período. “Tanto a orientação nutricional, bem como os testes que nos permitem periodizar o treinamento individualizado, contam com o embasamento dos exames e profissionais do Sportslad”, completa Vitorino.
 
O Vôlei Nestlé encerrou o calendário 2017 em alta. Conquistou seis pontos em dois jogos pela returno da Superliga - 3 sets a 1 sobre Hinode Barueri e 3 a 0 contra Renata Valinhos Country - apresentando uma atuação coletiva consistente e bom volume de jogo. A equipe de Osasco venceu três partidas em sete dias. Além dos dois resultados positivos pela competição nacional, derrotou Barueri por 3 sets a 0 para garantir vaga na semifinal da Copa do Brasil, que será disputada em janeiro.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook