Hinode vence um set, mas perde de virada para o líder Praia Clube

Jogando fora, equipe de Barueri sai na frente, mas vê as mineiras reagirem, vencerem o jogo e terminarem o turno da Superliga de forma invicta / Foto: Assessoria Dentil/Praia ClubeJogando fora, equipe de Barueri sai na frente, mas vê as mineiras reagirem, vencerem o jogo e terminarem o turno da Superliga de forma invicta / Foto: Assessoria Dentil/Praia Clube

Minas Gerais - O Hinode Barueri foi superado de virada pelo Praia Clube na noite desta sexta-feira (8), em partida válida pela 11ª e última rodada do turno da Superliga Feminina 2017/18. Apesar do resultado negativo de 3 sets a 1 (22 x 25 / 25 x 16 / 25 x 17 / 25 x 15), a equipe de Barueri se destacou por ser apenas o segundo time a tirar um set das mineiras, que encerraram o turno da Superliga invictas e sem perder pontos. Com a derrota, o Hinode Barueri segue com 18 pontos ganhos, ainda na quinta colocação, mas aguardando as demais partidas da rodada.
 
“Começamos a partida com muita atitude, depois não conseguimos manter o mesmo ritmo ao longo do confronto. Sabemos que contra a líder não poderíamos dar mole e acabamos levando essa virada. É claro que fizemos um papel bem melhor do que contra o Minas, semana passada, mas precisamos seguir trabalhando duro para recolocar nossa equipe no caminho das vitórias”, disse a ponteira Suelle após a partida.
 
O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio, ficando seguidamente empatado até o 10º ponto. O Praia Clube então abriu 4 pontos de vantagem, mas viu Zé Roberto colocar Ana Cristina e Sara nas vagas de Naiane e Edinara, o Hinode se recuperar e responder na mesma moeda, empatando novamente o set. O Praia voltou a abrir, agora com 17 a 14, mas novamente o Hinode correu atrás do prejuízo. Ariele entrou para sacar no lugar de Fran Jacintho e o time de Barueri empatou em ace da ponteira. O set seguiu muito equilibrado, até que na hora decisiva Suelle apareceu bem, com um bloqueio e outro ataque certeiro, colocando 24 a 22 no placar para o Hinode. Em outro bloqueio, desta vez de Fran Jacintho, o time de Barueri fez 25 a 22 e abriu 1 set a 0 no jogo.
 
O segundo set começou também equilibrado, com o Praia Clube abrindo 5 a 3, mas o Hinode se mantendo próximo e empatando no 10º ponto, em ataque para fora das donas da casa. O set seguiu empatado até o 14º ponto, quando a equipe mineira passou a construir sua vantagem decisiva para empatar o jogo. No saque de Natasha, o Praia Clube anotou nada menos do que 6 pontos em sequência, chegando ao set point e fechando em 25 a 16, empatando a partida em 1 a 1.
 
A equipe de Barueri acusou o golpe e o terceiro set começou com o Praia Clube arrasador, abrindo logo 6 a 0, com direito a ace de Amanda. Suelle, explorando o bloqueio, foi quem marcou o primeiro ponto do Hinode no set. Ainda assim as donas da casa seguiram dominando o placar, mantendo sempre um distância segura de pontos. As meninas de Barueri até esboçaram uma reação, marcando 4 pontos em sequência, mas não foi o bastante. Com muitos erros de defesa e ataque, o Hinode viu as adversárias fecharem o set sem muito trabalho em 25 a 17, em ataque de Amanda explorando o bloqueio: 2 sets a 1 para o Praia Clube.
 
No quarto set o Praia Clube começou novamente abrindo vantagem, com 3 a 0, mas viu o Hinode empatar em uma pancada de Edinara, outra de Suelle e em bloqueio simples da ponteira de Barueri. As donas da casa voltaram a ter vantagem boa, com 6 a 3, quando em um lance polêmico a equipe do Hinode Barueri reclamou bastante, Jaqueline recebeu cartão amarelo e posteriormente o vermelho, cedendo mais 1 ponto de graça para as adversárias. As meninas de Uberlândia seguraram uma vantagem de 3 pontos ao longo do set e na reta final da partida cresceram, novamente no saque de Natasha, que chegou a anotar mais 2 aces, colocando 23 a 14. O Hinode ainda marcou mais 1 ponto, em ataque de Edinara no fundo, mas o Praia Clube foi implacável e fechou o set em 25 a 15, em lance de sorte da defesa, que defendeu forte ataque de Jaqueline colocando a bola na quadra do Hinode, chegando assim aos 3 sets a 1.
 
“Foi um jogo quente, mas vamos conversar sobre isso internamente. Não entendi o que aconteceu com o árbitro, porque ele me deu cartão amarelo pelo time, sem eu ter feito nada. Ele então me chamou, fui conversar e me deu cartão vermelho por reclamação, quando na verdade foi ele quem chamou. Mas independente disso, precisamos erguer a cabeça, porque teremos só pedreiras pela frente”, reclamou Jaqueline.
 
O próximo jogo do Hinode Barueri pela Superliga será no dia 19 de dezembro, contra o Nestlé Osasco, fora de casa. A partida, válida já pela primeira rodada do returno do torneio, será a quarta em sequência das meninas de Barueri longe de seus domínios.
 
Superliga Feminina 2017/18 – 11ª rodada
Praia Clube 3 x 1 Hinode Barueri
22 x 25 / 25 x 16 / 25 x 17 / 25 x 15
Sexta-feira, 8 de dezembro de 2017
Ginásio do Praia Clube, em Uberlândia/MG
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook