Bia mostra habilidade e vence Falcão em desafio na final da Copa Nescau

Central do Vôlei Nestlé acertou um chute certeiro em um alvo gigante e liderou sua equipe ao título do divertido desafio de habilidades no encerramento da olimpíada estudantil. Já o craque do futsal foi o mais certeiro no saque / Foto: João Neto/FotojumpCentral do Vôlei Nestlé acertou um chute certeiro em um alvo gigante e liderou sua equipe ao título do divertido desafio de habilidades no encerramento da olimpíada estudantil. Já o craque do futsal foi o mais certeiro no saque / Foto: João Neto/Fotojump

São Paulo - Com a bola nos pés, Falcão é um dos melhores jogadores da história do futsal. Com a bola nas mãos, Bia é uma das centrais mais poderosas do mundo. Em um confronto direto, era de se esperar que cada um obtivesse os melhores desempenhos nos fundamentos de suas respectivas modalidades, certo?
 
No Desafio de Habilidades na final da Copa Nescau Jovem Pan, sábado (11), no estádio do Pacaembu, não foi bem assim. Os atletas se enfrentaram e os resultados foram invertidos. Bia acertou o centro de um alvo gigante com um chute, enquanto Falcão foi certeiro com o movimento de saque. No final, a vitória foi da equipe capitaneada pela atleta do Vôlei Nestlé.
 
Além de Bia, o Vôlei Nestlé foi representado pela levantadora Fabíola e pela central sérvia Nadja Ninkovic. Elas encararam com bom humor uma disputa inusitada com provas como Droneball (dominar uma bola lançada de um drone a uma altura de 20 metros e depois fazer embaixadinhas), Desafio da Biruta (acertar a bola em um alvo com uma cesta usando o movimento de toque do vôlei), Desafio Gol de Placa (acertar placas colocadas em diferentes pontos do gol com um chute) e Desafio Dardoball (marcar mais pontos em um alvo gigante com chutes e saques).
 
As jogadoras do Vôlei Nestlé trocaram os tênis pelas chuteiras e mostraram habilidade com a bola nos pés. Bia adora jogar futebol, tem reconhecido domínio de bola em embaixadinhas nos treinos e aquecimentos nos jogos da equipe de Osasco, e marcou pontos nas provas de Droneball e com o chute certeiro no Dardoball. A levantadora Fabíola surpreendeu ao matar na coxa a bola lançada pelo drone, enquanto Nadja Ninkovic foi a atleta a passar mais perto no Desafio Gol de Placa. Nas disputas com as mãos, em movimentos dos fundamentos de vôlei, as três conseguiram bom desempenho.
 
Bia era só sorrisos com o o troféu de campeã. “Fiquei muito Feliz de participar, principalmente ao lado do Falcão, até porque, não é todo dia que se ganha de um craque como ele. Valeu mais a brincadeira e ver a criançada feliz, animada e praticando esporte. Essa iniciativa da Nestlé com a Copa Nescau é muito bacana e espero estar aqui ano que vem para fazer parte desse grande evento”, afirmou. Sobre o bom desempenho com os pés, enquanto Falcão surpreendeu no saque, ela manteve o bom humor. “Acho que estamos nos esportes errados”.
 
Embaixador oficial da Copa Nescau, Falcão fez coro com Bia. “Acompanho de perto a Copa Nescau desde o início e a iniciativa de incentivar o esporte nas escolas é de grande importância para o desenvolvimento das crianças. Na competição se aprende a ganhar, a perder, e, principalmente, a respeitar regras e os adversários. O esporte ensina para a vida e a Nestlé oferece uma grande oportunidade a esses meninos e meninas. E fico feliz em ver que eles se divertiram com essa brincadeira entre a minha equipe e a da Bia. Foi muito legal, ainda mais que estive ao lado dos meus filhos”, avaliou o ídolo do futsal nacional, eleito quatro vezes pela FIFA como o melhor jogador do mundo.
 
Bia e Falcão foram os capitães de equipes em uma divertida competição no gramado do Pacaembu dentro da programação de encerramento da Copa Nescau Jovem Pan, uma olimpíada estudantil que envolveu mais de 5 mil crianças na capital paulista. O Time Falcão contou com Ninkovic, Lovinho (filho do craque Vagner Love, de 13 anos), Kleyton Martins (jogador do Futebol Amputados do Corinthians Mogi), Andressa (filha de Fabíola, de 11 anos) e Marcio Veríssimo (‘capitão sem braçadeira’ da Copa Nescau, destaque por atitudes de espírito esportivo). O Time Bia teve Fabíola, Marcel (colega de time de Falcão e da seleção brasileira de futsal), Moisés Pereira de Oliveira (ex-Jogador do Futebol Amputados Corinthians Mogi). Enzo Mendes (filho do Falcão, de 15 anos e atualmente no Ituano) e Fernanda Pereira (‘capitã sem braçadeira’ da Copa Nescau, destaque por atitudes de espírito esportivo).
 
Em 2017, a Copa NESCAU® Jovem Pan contou com a participação de 5 mil atletas de 10 a 14 anos, de escolas públicas e privadas na série de competições que buscam incentivar a prática do esporte. As finais levaram cerca de 3 mil crianças ao Pacaembu para disputas de futsal, vôlei, basquete e atletismo. Na pausa da luta por medalhas, elas se divertiram com a disputa entras as equipes de Falcão e Bia.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook