Corinthians-Guarulhos encara lanterna Maringá na casa do adversário

Time paulista vai em busca da terceira vitória na Superliga, enquanto adversários buscam a primeira vitória na competição / Foto: Fábio Nunes/Corinthians-GuarulhosTime paulista vai em busca da terceira vitória na Superliga, enquanto adversários buscam a primeira vitória na competição / Foto: Fábio Nunes/Corinthians-Guarulhos

São Paulo - A equipe do Corinthians-Guarulhos encara nesta quarta-feira, 08 às 19h30 (com transmissão no facebook oficial da CBV) o Copel/Telecom/Maringá, lanterna da competição. O time paranaense busca a primeira vitória na competição enquanto a esquadra alvinegra vai em busca da terceira vitória na competição.
 
Independente de jogar diante de uma equipe que ainda não pontuou na Superliga, é preciso pensar apenas nas ações que levem o Corinthians-Guarulhos à vitória. “Temos que continuar focando em melhorar nossa organização como equipe, assim como temos feito. Claro que estudamos nosso adversário e vamos buscar cumprir taticamente o máximo possível o combinado, porém, na minha opinião, o foco será nossa equipe entrar bem e ter tranquilidade para finalizar com sucesso nas oportunidades que criarmos, como nos contra-ataques, uma vez que Maringá é um time que trabalha bastante a bola”, alertou o central Luizinho.
 
Se, dentro de casa a vitória é importante, fora de casa ainda mais. Assim, o ponteiro Ygor Ceará acredita que a equipe entrará em quadra amanhã ainda mais disposta a buscar essa pontuação. “Com certeza é muito importante os pontos fora de casa.  Com uma superliga tão disputada assim não podemos vacilar. Precisamos entrar em quadra e impor nosso ritmo desde o primeiro ponto pois estamos começando alguns jogos a baixo do que podemos”, analisou o camisa 8.
 
Para o atacante, a equipe alvinegra precisa ter mais atenção em algumas viradas de bolas, não deixando – diante do Maringá – que bolas “fáceis” sejam desperdiçadas. “Temos que ter em mente que precisamos tratar cada bola com toda atenção, com isso vamos conseguir jogar com o placar mais a nosso favor e impor nosso ritmo”, finalizou.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook