Vôlei Nestlé tem quatro atletas no Time do Sonho da Superliga

A ponteira Tandara, a oposta Paula e as centrais Bia e Ninkovic estão entre as melhores da competição na segunda rodada, segundo a CBV. De folga na tabela, equipe de Osasco disputa amistoso nesta quinta-feira (26), em Londrina / Foto: João Pires/FotojumpA ponteira Tandara, a oposta Paula e as centrais Bia e Ninkovic estão entre as melhores da competição na segunda rodada, segundo a CBV. De folga na tabela, equipe de Osasco disputa amistoso nesta quinta-feira (26), em Londrina / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo - A Superliga 2017/18 está apenas no início e mesmo com a expectativa de uma temporada equilibrada, o Vôlei Nestlé desponta como uma das maiores forças. Após duas vitórias em dois jogos, a equipe de Osasco colocou nada menos que quatro atletas no Time do Sonho da segunda rodada do campeonato: a ponteira Tandara, a oposta Paula e as centrais Bia e Ninkovic. Tássia (melhor líbero na primeira rodada) e a atacante Bruna Neri aparecem na equipe B.
 
De acordo com a estatística da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Tandara é a maior pontuadora da Superliga, com total de 49 pontos marcados em dois jogos. Em números absolutos, Tássia aparece como melhor recepção, com 79% de acertos no passe, enquanto Bia é a segunda bloqueadora mais efetiva (com nove pontos marcados no fundamento) e Nadja Ninkovic a segunda melhor sacadora, com seis acertos (Tandara aparece em terceiro, com cinco).
 
Amistoso - O Vôlei Nestlé tem uma semana de folga na tabela da Superliga, mas não terá descanso. Além de intensificar os treinos, a equipe de Osasco faz um amistoso contra o Londrina Adeps/Positivo, nesta quinta-feira (26), às 19h30, no ginásio Moringão, na cidade paranaense. Pelo campeonato nacional, Tandara, Bia, Fabíola e cia. só voltam a jogar na próxima terça-feira (31), contra o São Cristóvão Saúde, em São Caetano.
 
A grande novidade para o amistoso deve ser a estreia da peruana Angela Leyva. A ponteira peruana se apresentou ao Vôlei Nestlé na sexta-feira passada, fez os primeiros treinos com o time e deve ter a oportunidade de entrar em quadra com as companheiras pela primeira vez em Londrina. “Estou muito feliz, me sentido em casa com o Vôlei Nestlé e pronta para vestir essa camisa”, afirma a atacante.
 
O Londrina Adeps/Positivo planeja disputar a próxima temporada da Superliga B e conta com atletas como Lia, Silvana, Fran e Natália, que atuavam pelo extinto Rio do Sul. O Vôlei Nestlé disputa o amistoso para colaborar com o projeto, que tem Elisângela Almeida, ex-jogadora da equipe de Osasco, como uma das coordenadoras.
 
O Vôlei Nestlé soma duas vitórias em dois jogos pela Superliga. Após derrotar o Hinode Barueri por 3 sets a 1 na estreia, passou por Valinhos no primeiro jogo no Liberatti na temporada 2017/18 do nacional. A equipe está invicta em casa há 23 jogos válidos pelo campeonato brasileiro. Na última edição, o time de Luizomar de Moura ganhou 11 jogos na fase classificação, um nas quartas e dois na semifinal. Na edição anterior, 2015/2016, venceu mais oito partidas no Liberatti. A última derrota do time em Osasco foi no dia 18 de dezembro de 2015.
 
Nutrindo os Sonhos dos Jovens - De olho no futuro e na nova geração do vôlei brasileiro, o Vôlei Nestlé reforçou o DNA de seu projeto ao firmar parceria com o Programa Global "Nutrindo os Sonhos dos Jovens", lançado pela Nestlé na Europa em 2013, e que chegou ao Brasil no final de 2015. A equipe para a temporada 2017/18 deve manter a filosofia de mesclar atletas experientes com jovens, que buscam espaço em um clube tradicional como o Osasco. O programa está voltado para a capacitação de jovens para qualificá-los profissionalmente.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook