Vôlei Nestlé joga nesta sexta (13) pelo hexacampeonato paulista

Com vantagem de 1 a 0 no playoff final, equipe de Osasco precisa vencer o Hinode Barueri para levantar o sexto título estadual consecutivo / Foto: João Pires/FotojumpCom vantagem de 1 a 0 no playoff final, equipe de Osasco precisa vencer o Hinode Barueri para levantar o sexto título estadual consecutivo / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo - O Vôlei Nestlé entra em quadra nesta sexta-feira (13) para conquistar seu sexto título estadual consecutivo. Para ampliar sua hegemonia no Campeonato Paulista, que dura desde 2012, a equipe de Osasco precisa vencer o Hinode Barueri na partida que começa às 18h30, no ginásio José Liberatti, onde está invicta há 23 partidas. O Sportv transmite o duelo ao vivo.
 
Embalado pela vitória sobre o adversário por 3 sets a 0, na segunda-feira (9), em Barueri, na primeira partida do playoff final, o Vôlei Nestlé conta com o fator quadra como importante vantagem. Especialmente porque conta com o apoio de sua fanática torcida, que deve lotar o Liberatti. Caso o Hinode consiga devolver a derrota, o título será decidido no golden set, parcial extra disputada minutos após o encerramento do jogo em Osasco.
 
Para Spencer Lee, o Vôlei Nestlé deve se manter focado e atuando em alto nível. “Jogamos em casa, com o apoio da nossa torcida, defendendo uma invencibilidade de 23 jogos. Vamos seguir com a mesma vontade e determinação tática que nos levaram à vitória na abertura da final a fim de repetir o resultado e levantar o título”, analisa o treinador, que comanda o Vôlei Nestlé enquanto Luizomar de Moura está à frente da seleção do Peru. “A armadilha seria perder a humildade e achar que já está ganho, mas não vamos cair nessa”, completa.
 
A levantadora Carol Albuquerque faz coro com o treinador. “Esperamos o ginásio lotado, pois este é um diferencial do nosso time quando atua em casa, porque a torcida joga junto mesmo. Nossa expectativa é a melhor possível, mas sabemos que não será fácil, pois a responsabilidade é toda nossa e o Barueri, como já perdeu a primeira partida, vem para o tudo ou nada. Deve arriscar tudo no saque e precisamos estar atentas para ver se não trazem alguma coisa nova. Mas estamos unidas e focadas. Não podemos relaxar em nenhum momento, pensando que já está ganho. Treinamos para aprimorar o que está dando certo e corrigir erros, além de estudar muito o adversário. Estamos confiantes”, avalia.
 
A central Bia também defende que todo cuidado é pouco para repetir o resultado conquistado em Barueri e conquistar o hexacampeonato no José Liberatti. “O Hinode sabe jogar taticamente, trabalha bem a bola e, na abertura da final, conseguimos defender com eficiência e aproveitar os contra-ataques. Mas ainda não tem nada ganho, precisamos manter a mesma pegada nessa segunda partida, não esquecendo que do outro lado tem um time que, na semifinal, virou o jogo fora de casa, contra o Pinheiros, quando perdia por 2 sets a 0. Vamos dar o máximo para imprimir nosso ritmo e sacar bem para que nosso bloqueio volte a funcionar”, explicou a atleta.
 
A decisão estadual será uma espécie de tira-teima entre as duas equipes. Isso porque, na estreia do Campeonato Paulista, o Vôlei Nestlé – ainda sem o elenco completo - foi até Barueri para ser superado por 3 sets a 0. Na abertura da fase final, voltou ao ginásio José Correa e devolveu o placar para abrir vantagem na disputa do título. Nesta sexta-feira, a equipe de Osasco recebe o Hinode pela primeira vez e pretende conquistar a 24ª vitória consecutiva no José Liberatti.
 
Histórico no Paulista - O Vôlei Nestlé é o atual pentacampeão Paulista. O time de Osasco venceu Campinas, em 2012, o Sesi, em 2013, o São Cristóvão Saúde/São Caetano, em 2014, o Sesi, em 2015, e o Pinheiros, em 2016. São seis decisões consecutivas, com cinco títulos e um vice-campeonato em 2011. O clube detém a hegemonia de troféus na competição estadual, com 14 conquistas. O clube da cidade foi campeão nas edições de 1996, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook