Vôlei Nestlé sai na frente no playoff final do Paulista Feminino

Equipe de Osasco venceu por 3 a 0 o Hinode Barueri. Jogo de volta será na sexta (13), com SporTV / Foto: João Pires/FotojumpEquipe de Osasco venceu por 3 a 0 o Hinode Barueri. Jogo de volta será na sexta (13), com SporTV / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo - O Vôlei Nestlé venceu a primeira partida da final do Campeonato Paulista de Vôlei Feminino 2017, Divisão Especial.
 
Na noite deste segunda-feira (9), na Arena Barueri, a equipe de Osasco, derrotou o Hinode Barueri por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/18 e 25/16, em 1h20min, dando um passo importante para a conquista do sétimo título consecutivo do principal torneio regional do pais. A partida de volta será na sexta (13),às 18h30, no Ginásio Professor José Liberatti, em Osasco, e o time da casa precisa de mais um resultado positivo para garantir o título. 
 
Já o Hinode Barueri, do técnico José Roberto Guimarães, tem que vencer a partida para provocar o Golden Set e seguir com o objetivo de ganhar o Paulista em sua temporada de estreia.  A partida terá transmissão ao vivo pela Canal SporTV.
 
A abertura da final do Paulista feminino em Barueri prometia um jogo bastante equilibrado. Afinal, as duas equipes chegaram à decisão após ótimos desempenhos nas semifinais. Mas o que se viu foi o domínio do time visitante, enquanto o time da casa não conseguiu colocar em prática a estratégia pretendida.  O Vôlei Nestlé  venceu o primeiro set, o mais equilibrado, graças o bom trabalho de defesa. Que continuou no segundo, quando também contou com erros do adversário. Com dois a zero, mesmo com a melhor do Hinode no começo da série,  venceu e fechou  o jogo por 3 a 0. 
 
Para o técnico Spencer Lee, do Vôlei Nestlé, foi o melhor jogo do seu time no torneio. “Apareceu o jogo coletivo. O passe trabalhou bem, o que ajuda muito no ataque, e o saque entrou para anular alguns opções de Barueri, o que favoreceu nosso bloqueio e defesa. Foi nossa apresentação mais consistente. O time está ganhando volume de jogo e confiança. É a metade do caminho e agora vamos nos preparar para buscar o título em casa”, analisou.
 
Para José Roberto Guimarães, do Hinode Barueir, a equipe não conseguiu colocar o planejado em quadra. “O time do Vôlei Nestlé é uma grande equipe. Para jogar de igual para igual e  fazer frente a elas, tínhamos de jogar melhor estrategicamente o que não aconteceu. Mas o adversário jogou muito bem, especialmente no quesito defesa.”, destacou o treinador.
 
A equipe do Hinode Barueri, aliás, é uma das atrações de 2017 e promete seguir forte no ano, sendo uma dos representantes de São Paulo na Superliga Nacional. O time estará  ao lado de São Cristovão Saúde/São Caetano, Vôlei Bauru, EC Pinheiros, Sesi-SP, Renata Valinhos/Country e do Vôlei Nestlé.
 
Equipes - O Vôlei Nestlé entrou em quadra com Carol Albuquerque, Paula, Bia, Nati Martins, Tandara, Mari Paraíba e a líbero Tássia. Entraram Fabíola e Lorenne. Técnico Spencer Lee.
 
O Hinode Barueri entrou em quadra com Ana Cristina, Suelle, Erika, Edinara, Francynne , Fê Isis e a líbero Dani Terra. Entraram: Saraelen e Sara. Técnico José Roberto Guimarães.
 
Programação das finais: 
 
9/10 – 21h30 -  Hinode Barueri 0 x 3  Vôlei Nestlé - Barueri - Arena José Correa
13/10 – 18h30 - Vôlei Nestlé 0x0 Hinode Barueri – Osasco – Gin.  Prof. José Liberatti
13/10 – 0h00 -  Vôlei  0x0 Hinode Barueri – Osasco -  GOLDEN SET
 
Mais informações no site oficial www.fpv.com.br
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook