Vôlei Nestlé abre semifinal do Paulista contra o Bauru nesta terça-feira (3)

Em busca do sexto título consecutivo, equipe de Osasco faz primeira partida no ginásio Panela de Pressão, onde o adversário está invicto nesta edição do Estadual. Sportv transmite a partida a partir das 21h30 / Foto: João Pires/FotojumpEm busca do sexto título consecutivo, equipe de Osasco faz primeira partida no ginásio Panela de Pressão, onde o adversário está invicto nesta edição do Estadual. Sportv transmite a partida a partir das 21h30 / Foto: João Pires/Fotojump

São Paulo - O Vôlei Nestlé enfrenta Bauru nesta terça-feira (3), a partir das 21h30, no ginásio Panela de Pressão, na abertura da semifinal do Campeonato Paulista. Atual campeão e em busca do sexto título consecutivo, a equipe de Osasco vai lutar pela vitória fora de casa na partida que terá transmissão ao vivo pelo Sportv.
 
No sábado (7), os times voltam a se enfrentar, desta vez no José Liberatti, a partir das 9h30, quando Tandara, Bia, Mari Paraíba e cia. jogarão por mais um resultado positivo e a classificação para a decisão. Em caso de empate na série, o finalista será conhecido após a disputa do golden set, também no sábado. 
 
A expectativa é para um confronto duro em Bauru. Na fase de classificação, no José Liberatti, o Vôlei Nestlé bateu o adversário por 3 sets a 2. Agora, terá a missão de repetir o resultado diante de um time que está invicto em seu ginásio na edição 2017 do Campeonato Paulista. “Não é a toa que o ginásio é chamado de Panela de Pressão. A torcida incentiva bastante e o time delas cresce com isso. Mas vamos encarar esse desafio com confiança no trabalho que temos realizado e na força do nosso time”, explica a levantadora Carol Albuquerque.
 
Tandara também espera uma verdadeira batalha no ginásio Panela de Pressão. “Bauru treina desde o início da temporada, está mais entrosado, mas agora nós estamos com time completo e com muita vontade de ganhar e conquistar o sexto título estadual para o Vôlei Nestlé. Tenho certeza que essa vontade fará a diferença em quadra, pois estamos muito focadas e confiantes”, afirma a ponteira, que complementa. “Temos a oportunidade de fazer um bom trabalho em Bauru e ter mais tranquilidade para decidir em casa, sem a necessidade do golden set”.
 
Para Spencer Lee, que comanda Osasco enquanto Luizomar de Moura está à frente da seleção do Peru, reconhecer as dificuldades não abala o moral do Vôlei Nestlé. “Com a chegada de Bia, Tandara, Lorenne, Nadja Ninkovic e a recuperação de Fabíola, temos um time mais encorpado. Nosso momento é de correr atrás do lado coletivo, de união tática, e as atletas têm se dedicado demais aos treinos e a equipe evolui a cada dia. Sabemos da pedreira da semifinal, mas estamos otimistas de que chegaremos a mais uma decisão do Paulista”, avalia o treinador.
 
A equipe viajou para Bauru na manhã desta segunda-feira (2) e fará o primeiro treino no ginásio Panela de Pressão às 20h30.
 
Força total – O Vôlei Nestlé disputou a fase de classificação sem algumas de suas principais atletas, que chegaram para a fase final do Estadual. Tandara, Bia e Lorenne estão integradas ao time após defenderem a seleção brasileira e a levantadora Fabíola está recuperada de uma artroscopia no joelho direito. A central sérvia Nadja Ninkovic também treina em Osasco e espera a regularização de sua transferência para jogar a semifinal. Já o time base do Vôlei Bauru tem Juma, Dayse, Paula Pequeno, Palacio, Angélica, Andressa Picussa e Shara Venegas.
 
Com time completo, o Vôlei Nestlé conquistou a prata na Gatorade Cup, quadrangular amistoso disputado em Lima, no Peru, entre 22 a 24 de setembro. A equipe venceu dois de seus três jogos, batendo Fluminense e a seleção peruana, e dominou a premiação individual, faturando quatro dos nove troféus: Tandara (melhor atacante e MVP), Bia (melhor bloqueio) e Tássia (melhor defesa).
 
Quinta jogadora no programa Nutrindo os Sonhos dos Jovens – Em parceria com o Programa Global "Nutrindo os Sonhos dos Jovens", lançado pela Nestlé na Europa em 2013, e que chegou ao Brasil no final de 2015, o Vôlei Nestlé investe em atletas de potencial para o futuro. É assim com a levantadora Zeni, a central Ju Mello, a ponteira Bruna Neri e a oposta Paula. Agora é a vez da líbero Kika, que passa a integrar o elenco da equipe de Osasco na fase decisiva do Campeonato Paulista.
 
Natural de Osasco, Érica Motta Lima, a Kika, tem 21 anos, e muita vontade de aprender com a chance de defender um time da tradição do Vôlei Nestlé. “A ficha ainda não caiu, as coisas estão acontecendo muito rápido. Essa é uma experiência única na minha vida e estou tentando aproveitar ao máximo a possibilidade de conviver, dentro e fora de quadra, com grandes atletas como as campeãs olímpicas Carol e Tandara”, conta a jovem atleta, que começou no esporte aos 11 anos, fez toda sua categoria de base no Bradesco e na temporada passada disputou sua primeira Superliga pelo Fluminense. 
 
Histórico no Paulista - O Vôlei Nestlé é o atual pentacampeão Paulista. O time de Osasco venceu Campinas, em 2012, o Sesi, em 2013, o São Cristóvão Saúde/São Caetano, em 2014, o Sesi, em 2015, e o Pinheiros, em 2016. São seis decisões consecutivas, com cinco títulos e um vice-campeonato em 2011. O clube detém a hegemonia de troféus na competição estadual, com 14 conquistas. O clube da cidade foi campeão nas edições de 1996, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016.
 
Campeonato Paulista – Divisão Especial
 
Semifinal
3/10, 21h30 – Vôlei Bauru x Vôlei Nestlé 
7/10, 9h30 – Vôlei Nestlé x Vôlei Bauru
 
Fase classificatória
18/8 – Hinode Barueri 3 x 0 Vôlei Nestlé
25/8 – Vôlei Nestlé 3 x 2 Vôlei Bauru
5/9 – Vôlei Nestlé 3 x 1 Renata Valinhos/Country
8/9 – Sâo Cristóvão Saúde/S. Caetano 3 x 2 Vôlei Nestlé
12/9 – Sesi 3 x 1 Vôlei Nestlé
19/9 – Vôlei Nestlé 3 x 1 Pinheiros
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook