Pinheiros sai na frente nas quartas de final e parte para o segundo confronto contra Valinhos

Após iniciar a temporada com o título da Copa São Paulo, a equipe pinheirense fez uma boa campanha na classificatória do Paulista e segue em busca de mais um título / Foto: Ricardo Bufolin/ ECPApós iniciar a temporada com o título da Copa São Paulo, a equipe pinheirense fez uma boa campanha na classificatória do Paulista e segue em busca de mais um título / Foto: Ricardo Bufolin/ ECP

São Paulo - Com uma boa campanha na fase classificatória do Campeonato Paulista, ficando em primeiro lugar na tabela, a equipe do E.C. Pinheiros passou pelo seu primeiro desafio das quartas de final no sábado (23), vencendo o Renata Valinhos/Country por 3 x 0 (25-19, 25-17 e 25-15).
 
Nesta quarta-feira (27), às 19h30, no Ginásio Henrique Vilaboim, as equipes voltam a se enfrentar. Caso o time de Valinhos ganhe, a decisão de quem fica com a vaga da semifinal será feita através do golden set.
 
Caso passe pelas quartas de final, o adversário do E.C. Pinheiros será definido do vencedor do confronto entre Barueri x Sesi.
 
Após passar por uma reformulação para a temporada 2017/2018, o Clube paulista apostou nas meninas formadas na base pinheirense e reforçou o time com cinco novas contratações. A atual formação tem conquistado bons resultados, iniciando a temporada com o título da Copa São Paulo. Durante o Paulista, foram apenas duas derrotas e mesmo assim com jogos equilibrados: contra o Bauru, jogando na casa das adversárias, e contra o Osasco, que estava com a equipe completa.
 
“É um grupo bem diferente do ano passado, mais maduro e com muito mais opções. O time está seguindo um processo para poder atingir o nível máximo daqui há algum tempo, mas estou muito feliz e satisfeito com o que vem acontecendo até agora”, afirma o técnico do Pinheiros, Paulo de Tarso Milagres.
 
Nesta temporada, a ponteira Vanessa Janke, que segue na sua segunda temporada no Clube, tem um desafio à parte, assumindo pela primeira vez na carreira a função de capitã. “Estou conseguindo lidar bem com a situação, tenho uma responsabilidade a mais de puxar o time de estar sempre motivando as meninas. Já aprendi muito com isso, a gente amadurece bastante com esta função. Não sei a visão das outras pessoas, mas acho que estou fazendo um bom trabalho”, brinca a jogadora.
 
Sem contar com três peças importantes durante a fase classificatória, o time ganha o reforço de Bruna Costa, Lays Freitas e Maira Cipriano nos playoffs. O trio esteve concentrado com a seleção para a disputa do Campeonato Mundial sub-23 e só retornou ao Pinheiros no primeiro jogo das quartas contra o Valinhos.
 
“Já considero o Pinheiros a minha casa, pois são cinco anos jogando aqui, então é muito bom ter retornado. O Mundial foi muito proveitoso e os três meses de treinamento também, porque foram bem fortes, então acredito que trouxemos uma boa bagagem para agregar ao time. Acompanhamos os jogos mesmo de longe, sempre falando com as meninas, para saber como estava o nosso desempenho no campeonato. Temos chance de fazer uma ótima campanha, como a do ano passado, e buscar o título, que acabou escapando no finalzinho”, acredita Bruna Costa.
 
O técnico pinheirense também vê com bons olhos o retorno das meninas do sub-23. “Elas são jogadoras jovens, mas já são adultas. Estão comigo há cinco anos, falam a mesma língua e sabem exatamente o que eu peço. Além disso, estão vindo com a bagagem de um campeonato sub-23 e vão dar um upgrade na qualidade do nosso time”, completa Paulinho.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook