Dupla Melo/Kubot conquista vitória e já está nas semifinais do ATP Finals

Nesta quarta-feira (15), parceria número 1 do mundo venceu seu segundo jogo em Londres, diante dos irmãos Bryan, com mais uma grande atuação, sem perder um único set até agora no torneio / Foto: Sergio Oprea/Zenith MarketingNesta quarta-feira (15), parceria número 1 do mundo venceu seu segundo jogo em Londres, diante dos irmãos Bryan, com mais uma grande atuação, sem perder um único set até agora no torneio / Foto: Sergio Oprea/Zenith Marketing

Londres - A dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot conquistou nesta quarta-feira (15) a vitória de número 50 na temporada 2017 e já está classificada para as semifinais do ATP Finals, que serão disputadas no sábado (18). Cabeças de chave número 1, Melo e Kubot derrotaram os irmãos norte-americanos Bob Bryan e Mike Bryan - cabeças 5 -, na segunda partida pelo Grupo Woodbridge/Woodforde do torneio, que está sendo disputado em Londres, na Inglaterra, e reúne as oito melhores parcerias do ano.
 
Melo e Kubot ganharam por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3, em apenas 1 hora de jogo, na quadra central da O2 Arena, e encerram sua participação na primeira fase nesta sexta-feira (17) contra o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray – cabeças 4 -, já com o lugar nas semifinais garantido. Foi mais uma grande atuação da dupla no ATP Finals, jogando muito, não dando qualquer chance aos adversários.
 
“Nós jogamos muito bem. Acho que conseguimos imprimir nosso ritmo desde o começo da partida. Pudemos jogar de forma agressiva, aproveitamos todas as chances e usamos a confiança desses últimos jogos. Ficamos bem felizes mesmo. Sabíamos que essa era a maneira de ganhar dos Bryan. Então estamos felizes demais por mais uma bela partida. Os Bryans são dois grandes jogadores, dupla bem perigosa, independente do torneio, da rodada, você tem de jogar o seu melhor para ganhar deles. E fizemos isso. A quadra bem cheia, atmosfera bem legal. Muitos brasileiros torcendo. Foi muito bom fazer mais uma ótima partida e seguir adiante, focado jogo a jogo”, explicou Melo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.
 
Contra os Bryan, Melo e Kubot não tiveram, em nenhum momento, o seu saque ameaçado. E, impondo seu ritmo de jogo desde o início, conseguiram uma quebra logo no terceiro game, fazendo 2/1 e, mantendo com facilidade seus serviços, fecharam a série em 6/4. No segundo set, a quebra veio para fazer 4/3, após os Bryan terem salvo quatro break points no quinto game, e com mais um break, no game final, venceram por 6/3.
 
Liderança nos rankings - Desde o início, o ATP Finals tem sido de muita comemoração para Melo e Kubot. Após a vitória na estreia, diante do croata Ivan Dodig e do espanhol Marcelo Granollers, foram confirmados como dupla número 1 do mundo da temporada 2017. Além disso, Melo garantiu, também, a liderança no ranking mundial individual de duplas. É a segunda vez que encerra o ano como líder no individual - a primeira foi em 2015, jogando com Ivan Dodig. Agora, a vaga antecipada nas semifinais.
 
Na capital inglesa, Melo e Kubot buscam o inédito título do ATP Finals, o sétimo da temporada, na mesma cidade em que comemoraram a conquista mais especial de 2017, a do torneio de Wimbledon, em julho. Melo disputa o Finals desde 2013. Foi finalista uma vez e chegou a duas semifinais, ao lado do então parceiro Dodig.
 
Os grupos - As oito duplas são divididas em dois grupos de quatro. Nessa primeira fase, todos jogam contra todos dentro de seu grupo. Os dois melhores de cada um disputam as semifinais, no sábado, e os vencedores a decisão, no domingo (19). Melo e Kubot estão  no Grupo Woodbridge / Woodforde, junto com o também mineiro Bruno Soares e seu parceiro, o britânico Jamie Murray (cabeças 4), além dos irmãos norte-americanos Bob Bryan e Mike Bryan (5) e do croata Ivan Dodig e o espanhol Marcel Granollers (7).  O outro grupo - Eltingh / Haarhuis - tem o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, cabeças 2 e atuais campeões, ao lado do holandês Jean-Julien Rojer e do romeno Horia Tecau (3)); dos franceses Pierre-Hugues Herbert/Nicolas Mahut (6); e do norte-americano Ryan Harrison e do neozelanês Michael Venus (8). 
 
Números da temporada, seis títulos e 50 vitórias - O mineiro Marcelo Melo, 34 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 35 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2017, a dupla Melo e Kubot disputou 22 torneios, conquistou seis títulos, venceu 50 jogos, com apenas 16 derrotas. Entre essas vitórias está a 400ª da carreira do brasileiro, obtida na estreia em Roland Garros. Melo já ocupou outras três vezes o primeiro lugar no ranking mundial individual de duplas - em 2015, 2016 e 2017. 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook