Maresia Paulista de Surf Profissional garante 3 mil pontos no ranking brasileiro

Wesley Leite Maresia Paulista Pro Ubatuba / Foto: Munir El HageWesley Leite Maresia Paulista Pro Ubatuba / Foto: Munir El Hage

São Paulo - Só o título paulista ou mesmo vencer uma etapa do mais tradicional Circuito do País, já são atrativos e tanto para surfistas de todo o litoral competirem. Mas a 3ª e última etapa do Maresia Paulista de Surf Profissional tem um destaque a mais e pode ser decisiva na trajetória de quem quer ser o novo campeão brasileiro de surf profissional. A competição confirmada para os dias 7 e 8 de outubro, na Praia de Maresias, em São Sebastião, garantirá ao vencedor 3 mil pontos no ranking Abrasp.
 
O líder do Brasileiro após Maresia Taíba Pro, no Ceará, é o paulista Wesley Leite, de Ubatuba, com 3.930 pontos. O cearense Dunga Nego aparece em segundo, com 3.316, seguido de outro paulista, Luciano Brulher, com 3.030 e do paraibano José Francisco, com 3.022. Depois, empatados, estão mais dois atletas de São Paulo, Thiago Camarão e Weslley Dantas, ambos com 3 mil pontos, deixando a “briga” em aberto.
 
“Esse ano, o Maresia Paulista de Surf Profissional foi o circuito com a maior premiação e também a maior pontuação no ranking Abrasp, com 3 mil pontos em cada etapa. Com certeza, devemos ter um novo grande evento, tanto pela definição do título estadual quanto pela disputa para conhecer o campeão brasileiro. São Paulo promoveu três etapas, com R$ 30 mil de premiação, além de mais mil em cada disputa na Expression Session e uma moto para o campeão paulista”, comenta o presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva, o Silvério.
 
Na classificação do Maresia Paulista, Weslley Dantas é o número 1, com 1.730 pontos, seguido de Geovani Ferreira, com 1.470, Wesley Leite, com 1.310 e Tales Araújo, com 1.130. Dos R$ 30 mil de premiação, o vencedor em Maresias embolsará R$ 8 mil. Há, também, a Overboard Expression Session, com R$ 1 mil ao autor da manobra mais radical, e a moto como prêmio especial ao campeão estadual, oferecida pela pela Surf Trip, Kyw e Super Tubes.
 
Esta é a 33ª edição consecutiva do título paulista profissional, o 11º ano com patrocínio da Maresia. Entre os atletas que já ergueram a taça estão os irmãos Picuruta e Almir Salazar, Amaro Matos, Jojó de Olivença, Tinguinha Lima e Renan Rocha, além do top do WCT, Wiggolly Dantas.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook