Cearense Cauã Costa tem a melhor performance no primeiro dia do Hang Loose Surf Attack

Cauã Costa / Foto: Munir El HageCauã Costa / Foto: Munir El Hage

São Paulo - O mar não ajudou muito, mas a nova geração do surf soube superar bem as ondas pequenas com alguns destaques fazendo bonito no primeiro dia da 2ª etapa do Nossolar apresenta Hang Loose Surf Attack 2017, neste sábado (22), na Praia de Maresias, em São Sebastião. Vitorioso na abertura do Circuito, em Ubatuba, o cearense Cauã Costa garantiu a melhor performance do dia e segue firme para repetir a dose na categoria iniciante (sub14).
 
Com ondas de meio metro, e etapa acabou sendo realizada num único pico (estava previsto a divisão das disputas em dois palanques). Com isso, pelo número elevado de atletas, mais de 210 participando, existe a possibilidade da competição terminar na segunda-feira, dependendo da disponibilidade dos competidores, deixando as baterias decisivas da mirim (sub16) e júnior (sub18) para o terceiro dia. Caso contrário, essas decisões ficarão para a terceira etapa.
 
Neste domingo, a competição deve recomeçar às 8 horas, com a fase inicial da júnior. As categorias petit (sub10), estreante (sub12) e iniciante devem definir os vencedores da etapa na parte da tarde. Quem não for até a praia em frente à Rua 15, pode acompanhar todas as disputas ao vivo pela internet, pelo link www.hangloose.com.br/surfattack2017.
 
O primeiro dia de disputas começou com a mirim e a melhor atuação foi de Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, com 13,75 pontos. Na fase inicial da estreante, quem surfou melhor foi Murilo Coura, competindo “em casa”, com 13,25. Nas quartas-de-final, foi a vez de Gabriel de Souza, mais um surfista que treina diariamente em Maresias, garantir a melhor somatória, com 12,90.
 
A categoria foi a primeira a definir os finalistas, com a bateria decisiva tendo Guilherme Fernandes, mais um talento que tem Maresias como local de treino, Noah Machado (SC), Gabriel de Souza e Sunny Pires (RJ). Na petit, Ryan Coelho, que é do Paraná, mas atualmente mora em Maresias, garantiu a maior somatória da faixa etária, com 12,25.
 
Já na iniciante, foi a vez da melhor apresentação do dia, com Cauã Costa, muito bem em três ondas, com 7,25, 7,75 e 8,75, somando nas duas melhores 16,50 pontos, de 20 possíveis. “As ondas são meio parecidas com Icaraí, onde aprendi a surfar, quando a maré fica cheia. Pensei que não ia me dar muito bem, mas peguei três ondas boas. Vim animado para tentar mais uma vitória. Esse campeonato é muito forte”, disse Cauã.
 
Campeão de 1996 - Junto da nova geração, representada por surfistas de sete estados, do Ceará a Santa Catarina, o evento foi marcado pela presença de ex-profissionais, alguns deles que fizeram história no mesmo Hang Loose. O principal nome foi o catarinense Andreas Eduardo, campeão júnior em 1996. Aos 39 anos, ele retornou ao campeonato 21 anos depois, agora para orientar um novo valor de Piçarras, Noah Machado, e relembrou grandes momentos do início de sua carreira.
 
“Não tenho nem como descrever a felicidade de estar na praia hoje. É muito emocionante. Trouxe meu filho para conhecer a galera. Estou muito feliz, parabenizar a hang loose, o Alfio Lagnado, porque desde que me conheço por gente o Hang Loose é sinônimo de campeonato. São Paulo onde me projetou no cenário nacional, me deu oportunidade de correr Circuito Mundial. Esse campeonato é muito importante para quem quer seguir carreira”, elogiou Andreas, acompanhado de seu filho mais novo, Henrique.
 
Quem também prestigiou as disputas foi o empresário Alfio Lagnado, que há 23 anos aposta na revelação e formação de novos talentos, com o patrocínio da Hang Loose. Destaque, também, para Eric Miayakawa, Tamae Bettero, Paulo Kid e Zecão Rennó, esse com seus filhos Keoni e Kailani Renó. Além das disputas, a garotada se divertiu muito com as brincadeiras comandadas por Bro, como pebolim, ping pong, gincanas, futebol, assim com a de pranchas com o artista com Jefferson Guedes.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook