Disputa por cidades promete ser acirrada na 2ª etapa do Hang Loose Surf Attack

Hang Loose Surf Attack Ubatuba / Foto: Munir El HageHang Loose Surf Attack Ubatuba / Foto: Munir El Hage

São Paulo - Uma das grandes atrações do Nossolar apresenta Hang Loose Surf Attack 2017, a disputa por cidades promete ser acirrada na 2ª etapa do Circuito, sábado e domingo (23 e 23), na Praia de Maresias, em São Sebastião. As três principais forças do Estado competem fortes para tentar o título por equipes. Guarujá defende a liderança conquistada na abertura do ranking em Ubatuba.
 
Na sequência aparecem os times de Ubatuba e São Sebastião. Os três sempre estão se revezando na ponta com diferenças bem apertadas entre si. No ano passado os ubatubenses levaram o título, em 2015 o caneco ficou com os guarujaenses e nos dois anos anteriores os sebastianenses ficaram com o bicampeonato.
 
Competindo “em casa” o time de São Sebastião demonstra confiança para se recuperar do terceiro lugar e se manter na disputa pelo título geral ao final do campeonato. “O fato da etapa ser aqui em São Sebastião é bem positivo para a equipe. Estamos com um time maior, com cerca de 40 competidores. Treinamos forte e os atletas estão bem motivados, sobretudo depois do terceiro lugar”, ressalta o presidente da Associação de Surf de São Sebastião, Frank Constâncio.
 
Os atuais campeões também não escondem a expectativa de virar o jogo e tentar o bicampeonato. “Estamos bem confiantes na equipe, porque voltamos com o trabalho da equipe de competição, focados nos treinos. Todos com muito comprometimento, treinando especificamente para o Hang Loose. Essa união da equipe fortalece no sentido de saber que temos condições de vencer. Time completo”, diz o presidente da Associação Ubatuba de Surf, Marco Antonio de Carvalho.
 
Na liderança, Guarujá sabe da importância de um título estadual, tanto para a cidade quanto para a própria Associação. “A expectativa é boa, os atletas estão se preparando bem, até por ser férias e intensificamos a preparação física no Cross Fit Guarujá que dá apoio para 20 atletas. Queremos mais uma vitória. Sabemos que o pessoal local será o principal rival, mas Ubatuba sempre está colado. Vai ser bem acirrado”, afirma o presidente da Associação de Surf de Guarujá, Ademir Silva. “Estamos fazendo um trabalho forte para ter atletas associados e, com certeza, a vitória nos projeta e motiva os competidores a participar efetivamente da Associação”, acrescenta.
 
O presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva, o Silvério, enaltece a disputa, lembrando que esse título é importante para as associações de surf. “É uma forma das entidades mostrarem efetivamente os trabalhos, muito bem organizados, por sinal, que fazem com os apoios das respectivas prefeituras. Os times representam suas cidades. É uma disputa sadia, que motiva a todos”, comenta Silvério.
 
Ainda na classificação geral por cidades, Itanhaém aparece em quarto lugar, seguido de Santos, Praia Grande, Bertioga e Peruíbe. As baterias das cinco categorias já estão disponíveis no site da Federação Paulista de Surf, o www.fpsurf.com.br. A competição terá transmissão ao vivo pela internet, pelo link www.hangloose.com.br/surfattack2017.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook