2ª etapa do Circuito Medina/ASM define os vencedores na Praia de Maresias

Com ondas de 2 metros e presença de Gabriel Medina, 2ª etapa do Circuito Medina/ASM define os vencedores na Praia de Maresias / Foto: Aleko StergiouCom ondas de 2 metros e presença de Gabriel Medina, 2ª etapa do Circuito Medina/ASM define os vencedores na Praia de Maresias / Foto: Aleko Stergiou

São Paulo - Com o mar “pesado”, com seis pés sólidos de ondas (2 metros) e a presença importante de Gabriel Medina como espectador, a 2ª etapa do Circuito Medina/ASM de Surf 2017, apresentado por Armarinhos Fernando, definiu seus vencedores, neste domingo (2), na Praia de Maresias, em São Sebastião.
 
O campeonato é considerado a “porta de entrada” para quem quer integrar a equipe do Instituto Gabriel Medina (IGM), a partir de 2018. A competição, inclusive, foi realizada em frente à sede do projeto.
 
Entre os grandes destaques do evento, Sophia Medina, a irmã caçula de Gabriel, com a vitória na sub13 e o segundo lugar na sub15; Caio Costa, o Caveirinha, vencedor da sub13, quarto na sub15 e dono da melhor nota do evento; e Ryan Kainalo, primeiro colocado na sub11 e terceiro na sub13. Os dois primeiros, atletas da equipe do IGM. Na sub15, ergueram os troféus a carioca Julia Duarte e Eduardo Motta, de Guarujá, em grande fase. Também merece citação o catarinense Léo Casal, segundo colocado na sub13 e sub15.
 
“Mais uma etapa realizada com sucesso. Ondas de qualidade, a molecada surfando bem, mostrando atitude, e um quadro técnico de qualidade para avaliar bem os atletas. Muitos sonham em participar do IGM e a batalha está sendo intensa. Foi muito legal ver tudo isso”, comemorou Gabriel Medina.
 
Na primeira final do dia, a sub15 feminina, as meninas ficaram mais próximas ao inside, pelo tamanho do mar. Sophia Medina saiu na frente, a gaúcha Yasmin Dias assumiu o segundo posto, mas Julia pegou uma ótima onda de front side para a esquerda, garantindo 6,10, a melhor da bateria. Sophia não desistiu e até o final tentou retomar a ponta. Precisava de 4,67 e tirou incríveis 4,60, com o placar final ficando 8,33 a 8,27. Yasmin Dias foi a terceira e a ubatubense Luiza Marques completou o pódio.
 
“Eu estou muito feliz, porque treinei bastante para ganhar a segunda etapa e foi difícil, o mar está grande, tomei umas bombas na cabeça. Mas consegui”, vibrou, lembrando a onda vencedora. “Todo mundo furou e eu falei é minha. E fui fazendo as manobras, jogando água para trás até a areia. Agora é treinar para a última etapa para ser campeã e vir para o IGM em 2018”, comentou.
 
Depois de um intervalo de duas baterias, mais uma decisão feminina, agora da sub13, com Sophia Medina de volta ao mar e desta vez, liderando toda a disputa. Nairê Marquez, também do IGM, se isolou em segundo, com sua companheira de equipe, Sophia Gonçalves, em terceiro, e Giovanna Donato, outra surfista sebastianense, em quarto.
 
“Foi um dia muito bom, com duas finais, uma vitória e um segundo lugar. Foi muito esforço lá no mar, mas Deus me ajudou. Só tenho de agradecer. Todo o treino do IGM vem me ajudando bastante. Cada vez mais resultados”, destacou Sophia.
 
Na sub13 masculina, Caio Costa foi muito superior, com um 7,5 e 7. Ele já vinha empolgado com a maior nota feita durante o final de semana, um 9,33, com uma “paulada no lip”, garantindo a Coppertone Best Wave, com direito a um kit. Leo Casal ficou em segundo, com Ryan Kainalo em terceiro e o catarinense Heitor Muller, em quarto.
 
“Estou muito feliz. Altas ondas, meus amigos e família na praia. Queria agradecer a todos que estão me ajudando, inclusive o IGM. Cansei bastante, mar pesado, mas valeu”, falou Caio, também agradecendo o incentivo da Coppertone Best Wave. “Muito bom sempre ganhar um prêmio de melhor onda. Valoriza”, acrescentou Caio, que depois da melhor onda cerrou os punhos, simbolizando força.
 
Na sub15, Eduardo Motta, com 7,33 e 7, ficou na frente, com Leo Casal, novamente em segundo. Outro catarinense, Wallace Vasco ficou em terceiro e Caio Costa não repetiu o show da final sub13, ficando em quarto. “Foi bem difícil, mas tenho treinado em condições parecidas e consegui duas boas notas. Fico feliz em ganhar um campeonato com o nome do Gabriel Medina, que trouxe uma visão para o surf”, relatou.
 
Para encerrar o evento em grande estilo, os caçulas da sub11. Desta vez, Ryan Kainalo não deu chances, principalmente depois do 8,5 em sua quarta onda. Guilherme Fernandes, atleta do IGM, ficou em segundo, seguido de Murillo Coura, outro integrante do Instituto, e do paranaense Anuar Chiah. “Foi incrível fazer duas finais nesse mar. Na primeira estava um pouco tenso com o tamanho do mar, mas na sub11 consegui me achar, pegar duas ondas boas. Quero agradecer minha família, meu pai, minha mãe”, completou.
 
O diretor do evento, Alex Leco, também coordenador técnico do IGM, comemorou mais um evento realizado com êxito, destacando a força das ondas de Maresias. “Em duas etapas, conseguimos colocar os atletas que disputam nosso Circuito à prova em condições distintas. Na abertura, começando em condições bem fracas e finalizada em ondas clássicas. Nesta segunda etapa, primeiro dia de mar menor e o domingo com ondas pesadas, formação irregular, testando os atletas tanto técnica quanto fisicamente”, disse.
“Considerando o processo seletivo do IGM, consideramos que os atletas que estão à frente, sendo testados. É um sinal bem importante e mesmo testar o que já vem treinando. As vitórias do Caio e da Sophia e o aproveitamento desses dois atletas, chegando em duas finais, confirma que o trabalho está sendo bem feito, com alguns outros chegando em decisões. Agora é trabalhar a última etapa com calma e encerrar com chave-de-ouro”, concluiu.
 
Além dos shows no mar, o evento contou com atrativos para os atletas na areia, como ping pong e a cama elástica, oferecida pela Wizard Idiomas. Cada competidor ganhou camiseta Rip Curl e toalha fornecida por Armarinhos Fernando. A premiação contou com vários produtos da Rip Curl. A 3ª e última etapa do Circuito Medina/ASM de Surf 2017, apresentado por Armarinhos Fernando, está confirmada para os dias 18 e 19 de novembro, novamente em frente ao IGM.
 
Resultados da 2ª etapa
 
Categoria sub11 masculina
1 Ryan Kainalo - Ubatuba
2 Guilherme Fernandes - IGM
3 Murillo Coura IGM
4 Anuar Chiah – Matinhos/PR
 
Categoria sub13 masculina
1 Caio Costa - IGM
2 Léo Casal – Florianópolis/SC
3 Ryan Kainalo - Ubatuba
4 Heitor Muller – Florianópolis/SC
 
Categoria sub13 feminina
1 Sophia Medina - IGM
2 Nairê Marques - IGM
3 Sophia Gonçalves – IGM
4 Giovanna Donato – São Sebastião
 
Categoria sub15 masculina
1 Eduardo Motta – Guarujá
2 Léo Casal – Florianópolis/SC
3 Wallace Vasco – Florianópolis/SC
4 Caio Costa - IGM
 
Categoria sub15 feminina
1 Julia Duarte – Rio de Janeiro/RJ
2 Sophia Medina - IGM
3 Yasmin Dias – Torres/RS
4 Luiza Marques – Ubatuba
 
Coppertone Best Wave – Caio Costa, com 9,33.
 
Ranking após 2 etapas
 
Categoria sub11 masculina
1 Murillo Coura IGM – 1.810
2 Guilherme Fernandes – IGM – 1.556
3 Anuar Chiah – Matinhos/PR – 1.539
4 Ryan Coelho – IGM – 1.431
 
Categoria sub13 masculina
1 Caio Costa – IGM – 2.000
2 Léo Casal – Florianópolis/SC – 1.556
3 Yuri Beltrão – IGM – 1.385
4 Gabriel de Souza – IGM – 1.330
 
Categoria sub13 feminina
1 Sophia Medina – IGM – 2.000
2 Nairê Marques – IGM – 1.800
3 Sophia Gonçalves – IGM – 1.539
4 Giovanna Donato – São Sebastião – 1.385
 
Categoria sub15 masculina
1 Daniel Adisaka – IGM – 1.556
2 Wallace Vasco – Florianópolis/SC – 1.466
3 Kauê Germano – São Sebastião – 1.430
4 Léo Casal – Florianópolis/SC – 1.330
 
Categoria sub15 feminina
1 Julia Duarte – Rio de Janeiro/RJ – 2.000
2 Sophia Medina – IGM – 1.800
3 Yasmin Dias – Torres/RS – 1.341
4 Luiza Marques  Ubatuba – 1.260
4 Nairê Marques – IGM – 1.260
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook