Adriano “Mineirinho” de Souza é campeão do Oi Rio Pro 2017

Surfista paulista patrocinado pela Oi venceu o australiano Adrian Buchan na grande final e subiu para a vice-liderança do ranking da WSL / Foto: DivulgaçãoSurfista paulista patrocinado pela Oi venceu o australiano Adrian Buchan na grande final e subiu para a vice-liderança do ranking da WSL / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - Com uma atuação espetacular durante todo o campeonato, o campeão mundial de surfe de 2015, o brasileiro Adriano “Mineirinho” de Souza, surfista do Time Oi, levou o público ao delírio nas areias da praia de Itaúna e venceu a grande final do Oi Rio Pro 2017, etapa do Championship Tour, encerrada na tarde desta quarta-feira (17), em Saquarema (RJ). Essa foi a segunda vitória brasileira em três edições do Oi Rio Pro, a primeira foi em 2015 com Filipe Toledo.
 
Com boas ondas de um metro e meio e séries pouco maiores, com formação regular, Mineirinho, com um surfe muito consistente, fez uma grande bateria final contra o australiano Adrian “Ace” Buchan, e venceu por 17,63 a 17,23. O australiano fez de tudo para surfar a altura de Adriano na final, mas não foi possível parar a máquina brasileira. Em êxtase, a torcida brasileira comemorou nas areias de Itaúna a vitória de nosso campeão que pulou para a vice-liderança do ranking da Liga Mundial de Surfe com 24.400 pontos, agora colado no líder, o havaiano John John Florence, com 24.750 pontos. A próxima etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL) WSL será realizada em Tavarua, Fiji, de 04 a 16 de junho. Gabriel Medina, atleta do Time Oi, defende o título da etapa que conquistou em 2016.
 
Oi forneceu rede de infraestrutura de telecom e TI para o campeonato - A Oi montou ampla estrutura para fornecer rede de telecomunicações e TI para a etapa brasileira do circuito mundial de surfe, o Oi Rio Pro, em Saquarema, na Região dos Lagos. Em nove dias de evento, a companhia registrou um volume de tráfego de 51 Giga na rede montada no local. O volume equivale a 14.000 fotos de alta resolução e 56.000 fotos de baixa resolução. A Oi disponibilizou Wi-Fi para o público, totalizando 8 mil conexões.
 
A companhia disponibilizou para a WSL links de dados totalizando 400 Mega nas duas sedes do evento, na Praia de Itaúna e na Barrinha, usados em diversas áreas do evento, incluindo cabine de jurados e sala de imprensa. A Oi ainda disponibilizou links de 200 mega para o Oi WiFi, aberto ao público presente. Para oferecer toda a infra de telecom e TI para o Oi Rio Pro, a Oi mobilizou colaboradores de diversas áreas na montagem e no planejamento do evento, que levou equipes para Saquarema, três semanas antes do início da competição, proporcionando a disponibilidade de serviço de 100% nos dois sites durante todo período.  
 
A direção da WSL (World Surf League) elogiou o serviço da empresa e pretende usar o modelo de atendimento como referência para outras etapas do circuito mundial fora do Brasil.
 
"Mais uma vez contamos com a Oi para nos ajudar a oferecer uma experiência de nível mundial para os nossos fãs, tanto na praia como para quem está nos assistindo digitalmente. Seja pelo Wi-Fi oferecido para os nossos fãs na praia ou pela infraestrutura para entregar a nossa transmissão digital para milhões de fãs em todo o mundo, a equipe da Oi é parte essencial do sucesso operacional deste evento”, disse Xandi Fontes, General Manager da World Surf League na América do Sul. 
 
A cobertura das redes móveis 2G, 3G e 4G foi reforçada com a instalação de antenas e equipamentos extras espalhados por toda a estrutura do evento. A companhia ofereceu internet wi-fi para a área dos atletas e área vip. A Oi também forneceu para a WSL internet de alta velocidade, com e sem fio, e serviço de suporte ao usuário na sala de imprensa do evento, que incluiu links para demandas de internet, como transmissão de fotos e vídeos para todo o mundo. A rede da Oi foi ininterruptamente monitorada por técnicos a partir de salas de controle localizadas na sede do Oi Rio Pro e no Centro de Gerência de Serviços da companhia.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook