Kelvin Hoefler e Pâmela Rosa brilham e avançam para as finais do Oi STU Open

Decisão, com seis brasileiros entre os 16 participantes, acontece a partir das 9h, na Praça Duó.  Premiação é a maior da história de um torneio de skate na América Latina: R$ 400 mil no total / Foto: Pablo Vaz/Oi Stu OpenDecisão, com seis brasileiros entre os 16 participantes, acontece a partir das 9h, na Praça Duó. Premiação é a maior da história de um torneio de skate na América Latina: R$ 400 mil no total / Foto: Pablo Vaz/Oi Stu Open

Rio de Janeiro - A tarde deste sábado, 29/04, mostrou que não só a dificuldade das manobras como a pressão cresceu na pista da Praça Duó durante o Oi Skate Total Urbe Open (Oi STU Open) - maior mundial de skate da América Latina. Em busca das 16 vagas (8 em cada categoria) na grande decisão deste domingo, 30/04, a partir das 9h, os skatistas arriscaram cada vez mais pelas maiores notas.
 
Kelvin Hoefler, com 92.67, foi o melhor na Semifinal do Open Masculino, seguido pelo neozelandês Tommy Finn (92.00) e pelo francês Vicent Milou (90.67). No Qualifying Feminino, Pâmela Rosa ficou em primeiro, com 85.33, tendo a norte-americana Mariah Duran em segundo (84.67) e a também brasileira Gabriela Mazetto em terceiro (79.67). 
 
Ao todo, as finais do Oi STU Open contarão com a presença de representantes de oito países e quatro continentes: Brasil (seis), França (quatro), Argentina, Estados Unidos, Holanda, Áustria, Japão e Nova Zelândia.
 
O dia de competições começou com o Round 5 do Open Masculino, que contou com 32 competidores - os 16 classificados após os rounds anteriores, além dos 16 Silver e Gold Wild Cards convidados. Já na semifinal, Kelvin Hoefler, com manobras que levantaram a galera, entre elas, um Caballerial Backside Lipslide, fechou em primeiro nas duas baterias. Destaque ainda para os também brasileiros Lucas Alves, amador que trilhou um longo caminho desde o Round 1 até chegar à decisão do torneio, e Carlos Ribeiro, que arrancou a oitava posição na final. Luan Oliveira não conseguiu repetir o desempenho do round anterior e acabou ficando com o 11º lugar, fora das finais.
 
"A torcida brasileira é a melhor do mundo. Correr aqui, sem dúvida, é especial. Foi bem difícil. O nível hoje foi muito alto, e amanhã, com certeza, será maior ainda. Mas a expectativa é a melhor possível", comentou Kelvin Hoefler, dentro da arena lotada para a competição deste sábado. 
 
Entre as mulheres, Pâmela Rosa mostrou a que veio e, com uma sequência bastante limpa de manobras (apenas um erro entre as 10 tentativas), obteve a primeira colocação entre as 32 participantes do Qualifying, garantindo a primeira das 8 vagas na final deste domingo.
 
"Fiquei bem tranquila e errei apenas uma manobra em toda a bateria. Fiz um rockslide muito bom no corrimão grande e consegui passar para a decisão. Agora, é manter a tranquilidade pra amanhã e curtir a final", disse Pâmela Rosa.
 
Entenda como funciona o Oi STU Open - As disputas acontecem em formato de Jam Session Ordenada, onde os competidores se alternam na pista em ordem pré-determinada. Cada competidor poderá tentar uma manobra por vez e, acertando ou errando, deve esperar todos os outros competidores tentarem suas manobras para poder tentar sua segunda manobra e assim por diante. A classificação final é determinada de acordo com a pontuação obtida pelo atleta no somatório geral das baterias de cada round. 
 
No Open Masculino, 176 skatistas competem, sendo 104 profissionais (78 brasileiros e 26 estrangeiros) e 72 amadores (54 brasileiros e 18 estrangeiros). No feminino, são 28 as competidoras, sendo 19 do Brasil e nove de fora. Além disso, o Comitê Técnico Organizador (CTO) ofereceu 20 Wild Cards: 16 para o Open Masculino e quatro para o Feminino.
 
As etapas do Open Masculino são organizadas da seguinte forma. O Round 1 classificou 12 amadores para o Round 2. No Round 2, os 24 classificados (12 do Round 1 + 12 pré-classificados nas seletivas estaduais) se enfrentaram por oito vagas na fase seguinte. No Round 3, os oito amadores classificados no Round 2 se juntaram aos competidores profissionais (brasileiros e estrangeiros) previamente inscritos. Classificaram-se os 30 melhores resultados para o Round 4.
 
No Round 4, os 30 classificados se juntaram aos 10 profissionais convidados pré-classificados em busca de 16 vagas. Já no Round 5, os 16 mais bem colocados no Round 4 se uniram aos outros 16 profissionais convidados pelo Comitê Organizador (Silver e Gold Wild Cards). Destes 32 competidores, 16 passaram à semifinal, e, em seguida, oito avançaram à final. No Open Feminino, 32 skatistas disputaram o Qualifying, com as oito melhores seguindo para a decisão.
 
A competição tem a maior premiação já vista em um campeonato de skate na América Latina, num total de R$ 400 mil. O torneio é chancelado pela International Skateboard Federation (ISF), a World Cup Skateboarding (WCS), a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e a Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (Faserj), e soma pontos para o ranking da WCS. Vale lembrar que o skate será esporte olímpico a partir de Tóquio 2020, e o street uma das duas modalidades presentes nos Jogos.
 
Marcelo D2 e programação cultural para todos - O sábado foi ainda de muitas atividades culturais, que agitaram a Praça Duó. Na Oi STU House, o dia começou com uma oficina infantil de desenho com R. Villas, às 10h. Às 13h, foi a vez de MOTILLAA ministrar uma oficina de ilustração, também para crianças. Em seguida, às 15h
o espaço foi tomado pela oficina de vídeos de skate com celular, comandada por Francisco Guimarães e Yan Felipe.
 
Para fechar em clima de descontração e boas energias neste sábado, ninguém menos que a referência do rap brasileiro, Marcelo D2, assume o palco do Oi STU Open e canta grandes sucessos de sua carreira. Neste domingo, a partir das 15h, a programação de shows gratuitos continua com Filipe Ret e Karol Conká.
 
Classificação Semifinal Open Masculino
 
Kelvin Hoefler (BRA) - 92.67
Tommy Fynn (NEW) - 92.00
Vincent Milou (FRA) - 90.67
Yuto Horigome (JAP) - 89.33
Lucas Alves (BRA) - 88.00
Joseph Garbaccio (FRA) - 87.00
Matias Dell Olio "Marolio" (ARG) - 85.67
 
Carlos Ribeiro "Dudu" (BRA) - 85.33
 
Classificação Qualifying Feminino
 
Pâmela Rosa (BRA) - 85.33 
Mariah Duran (USA) - 84.67
Gabriela Mazetto (BRA) - 79.67 
Julia Brueckler (AUS) - 79.33 
Candy Jacobs (HOL) - 78.67
Vitória da Silva (BRA) - 77
Charlotte Hym Paris (FRA) - 76.67
Helene Gerard (FRA) - 76.33
 
Confira a programação de competições deste domingo
 
9h às 9h25 - Treino Final Open Feminino (01 bateria de 08)
9h30 às 9h55 - Treino Final Open Masculino (01 bateria de 08)
10h às 10h05 - Aquecimento Final Open Feminino (01 bateria de 08)
10h07 às 10h50 - Final Open Feminino (01 bateria de 08)
10h55 às 11h - Aquecimento Final Open Masculino (01 bateria de 08)
11h às 11h43 - Final Open Masculino (01 bateria de 08)
11h48 às 11h54 - Cerimônia Premiação Feminino
11h55 às 12h00 – Cerimônia Premiação Masculino
 
Confira a programação das atrações para este domingo
 
Shows
 
DJ Tamenpi
Filipe Ret
Karol Conká
 
Oficinas
 
10h às 11h​: Oficina SK8 no Bowl com Francisco Guimarães e Yan Felipe (a partir de 6 anos)
11h às 13h​: Grafitti para crianças com Guilherme Memi (a partir de 6 anos)
14h às 16h​: Grafitti e Stencil com Bruno Big (a partir de 8 anos)
16h às 18h: Aula prática de fotografia com Ronald Land na pista street (a partir de 8 anos)
 
STU Gallery (funcionamento das 10h às 22h)
 
• Arte:  Flavio Samelo (SP);  SESPER (SP) e Mottillaa (RJ)
• Fotografia - Ronaldo Land (RJ); Alex Carvalho (RJ); Clissa (RJ); Renne Jr. (RJ);  Carol Bertrand (RJ)
• Vídeo: Dalmo Roger fará a curadoria dos filmes que serão projetados e exibidos durante o evento
• Expo de Shapes: Multi Grab
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook