Ginasta Francielly Pereira será embaixadora dos Jogos Escolares da Juventude

Competição multi-sede das Américas anunciou o resultado final, com o brasileiro na primeira posição / Foto: ReproduçãoCompetição multi-sede das Américas anunciou o resultado final, com o brasileiro na primeira posição / Foto: ReproduçãoBrasília - Os Jogos Escolares da Juventude para atletas de 15 a 17 anos começam nesta quinta-feira (16) em Brasília (DF) e terão um time de embaixadores formado por atletas de alto nível. Um dos nomes é o de Francielly Pereira, da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica de Conjunto.

A ginasta estará ao lado de Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo), Joanna Maranhão (natação), Fofão (vôlei), Emanuel Rêgo (vôlei de praia), entre outros, para inspirar os esportistas da nova geração.

"Eu soube pela Camila (Ferezin, treinadora da Seleção de Conjunto) e fiquei muito feliz, porque nunca ninguém do Conjunto tinha ido até a Jéssica Maier  (nos Jogos Escolares da Juventude de 12 a 14 anos, em setembro deste ano). Saber que serei uma das embaixadoras é muito emocionante. A Jéssica me contou a experiência dela, fiquei mais animada e espero que dê tudo certo", disse Francielly.

Esta será a segunda etapa dos Jogos Escolares da Juventude. A primeira foi realizada em Curitiba (PR), no mês de setembro, com jovens de 12 a 14 anos. Em Brasília, serão cerca de quatro mil estudantes de 1357 escolas públicas e particulares de todos os estados do País, e eles disputarão 14 modalidades: atletismo, natação, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, lutas, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez.

"Será uma experiência muito boa para mim. Vou representar a ginástica rítmica de Conjunto, quero assistir e dar apoio para as ginastas que estarão lá. Algumas até já vieram falar comigo, perguntar coisas. Estou muito ansiosa para ir e servir como exemplo", acrescentou a ginasta.

Com Francielly, a Seleção de Conjunto fez um bom trabalho no primeiro Mundial do novo ciclo olímpico, disputado em Pesaro (Itália) no mês de setembro, e terminou na 13ª posição no geral, à frente de potências da modalidade como a Espanha, vice-campeã olímpica.

Na sequência, a equipe brasileira teve grande desempenho no Sul-Americano de Cochabamba, na Bolívia, e garantiu três ouros: na série de cinco arcos, na de três bolas e duas cordas e também no conjunto geral. Depois, o Conjunto disputou o Pan-Americano de Daytona Beach, nos Estados Unidos, e conquistou o ouro no all around e na série das três bolas e duas cordas, além da prata nos cinco arcos.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook