Time Brasil terá 150 atletas no Sul-americanos da Juventude Santiago 2017

Competição é preparatória para os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018 / Foto: Divulgação/COBCompetição é preparatória para os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018 / Foto: Divulgação/COB

São Paulo - O Comitê Olímpico do Brasil (COB) está de malas prontas para a primeira competição poliesportiva após os Jogos Olímpicos Rio 2016. Em reta final de preparação, 150 atletas da nova geração do esporte brasileiro participarão dos Jogos Sul-americanos da Juventude Santiago 2017 entre 29 de setembro a 8 de outubro.
 
O Time Brasil será representado em 21 modalidades (atletismo, badminton, basquete 3x3, boxe, canoagem, caratê, ciclismo, esgrima, ginástica artística, golfe, judô, levantamento de peso, lutas, natação, remo, saltos ornamentais, taekwondo, tênis, tênis de mesa, triatlo e vôlei de praia). Serão 76 meninos e 74 meninas entre 14 e 17 anos na competição continental, que serve de preparação para os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018. 
 
A segunda edição dos Jogos Sul-americanos da Juventude terá a participação de mais de 1400 atletas de 14 países. Em 2013, na edição inaugural do evento, em Lima, Peru, o Brasil conquistou 142 medalhas em 22 modalidades. 
 
A delegação brasileira em Santiago será liderada pelo ex-judoca olímpico Sebástian Pereira, atual gerente de Identificação e Desenvolvimento de Talentos do COB. Sebastian também foi o chefe de missão na primeira edição do evento. “Tivemos uma experiência altamente positiva em 2013 e esperamos repetir agora. Esse tipo de competição é fundamental para o desenvolvimento técnico destes jovens, mas também para incentivá-los a continuar praticando em alto nível. Queremos proporcionar as melhores experiências esportivas, sociais e culturais para que o esporte brasileiro seja beneficiado com a descoberta de novos talentos”, afirmou Sebástian. 
 
Em Santiago, o COB dará todo o suporte aos jovens atletas. A entidade montará um centro de convivência no hotel da delegação e ainda contará com estrutura de médicos, fisioterapeutas, massoterapeutas, nutricionista e psicóloga para atender os novatos do Time Brasil. 
 
Assim como ocorre nos Jogos Olímpicos da Juventude, em Santiago haverá uma programação educativa e cultural paralela às competições para os atletas. Todos os jovens atletas permanecerão no Chile durante todo o período de competição para participar das atividades. Cada país terá ainda um Jovem Embaixador, responsável pelo engajamento da participação dos atletas.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook