COB elege Jesus Morlán e Rogério Micale como os melhores técnicos de 2016

Treinadores da canoagem velocidade e da seleção masculina de futebol nos Jogos Rio 2016 serão homenageados no Prêmio Brasil Olímpico / Foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/COBTreinadores da canoagem velocidade e da seleção masculina de futebol nos Jogos Rio 2016 serão homenageados no Prêmio Brasil Olímpico / Foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/COB

Rio de Janeiro - Eles não entraram – literalmente – em campo ou nas raias, mas foram fundamentais para o futebol e a canoagem brasileira nos Jogos Rio 2016. Rogério Micale e o espanhol Jesus Morlán marcaram seus nomes na história do esporte olímpico brasileiro ao trazerem, respectivamente, o tão sonhado ouro do futebol masculino e três medalhas para a canoagem velocidade brasileira, elevando a modalidade a um novo patamar no país.
 
Devido a essas expressivas marcas, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) elegeu os dois como os melhores técnicos de 2016 das modalidades coletivas e individual/dupla. A premiação aos Melhores Técnicos é patrocinada pelo Bradesco e foi apresentada durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico.
 
Contratado pelo COB desde 2013, Jesus Morlán extraiu o melhor desempenho da canoagem do Brasil em competições internacionais, o que o credenciou a receber o mesmo prêmio de melhor técnico já no Prêmio Brasil Olímpico 2014. O espanhol soma, no total, oito medalhas olímpicas. Antes de aceitar o desafio de colocar o Brasil em um novo patamar na canoagem mundial, Jesus levou o canoísta David Cal, da Espanha, a conquistar cinco medalhas em três edições de Jogos Olímpicos. David se tornou o atleta espanhol com mais medalhas olímpicas em toda história do país. Com o trabalho realizado com a canoagem brasileira, Morlan consagrou Isaquias Queiroz com as conquistas de um bronze e duas pratas nos Jogos Rio 2016 – uma delas com Erlon Souza – tornando-o o único atleta brasileiro a conquistar três medalhas em uma edição dos Jogos Olímpicos. 
 
“Receber o Prêmio Brasil Olímpico de melhor treinador de esportes individuais após o trabalho realizado para os Jogos Olímpicos e os resultados que conseguimos é um sentimento fantástico”, disse Jesus Morlán ao site do COB. “As três medalhas conquistadas por Isaquias são um feito histórico não só para o esporte olímpico brasileiro, mas também para toda a canoagem mundial. Nunca na história um canoísta havia conquistado três medalhas nos mesmos Jogos Olímpicos”, completou o treinador. 
 
Já Rogério Micale recebe pela primeira vez o Prêmio Brasil Olímpico de melhor técnico de modalidades coletivas. Micale foi um dos responsáveis pelo fim de um longo jejum no futebol brasileiro. O treinador levou a Seleção Brasileira de Futebol à conquista do tão sonhado ouro olímpico, levando o país inteiro ao delírio. Antes o Brasil já havia conquistado as medalhas de prata em Los Angeles 1984, Seul 1988 e Londres 2012 e dois bronzes, em Atlanta 1996 e Pequim 2008. Mas o ouro sempre ficou no caminho, até o dia 20 de agosto de 2016 com uma vitória nos pênaltis em cima da Alemanha. 
 
“Receber o Prêmio Brasil Olímpico é motivo de grande felicidade para mim. Conquistar uma medalha inédita no Maracanã, dentro de casa, com toda uma história por trás foi realmente muito bonito e um momento marcante para todos nós. Fico bastante emocionado por poder ter sido escolhido nestes Jogos Olímpicos em casa e que culminaram em uma conquista tão importante como foi esse ouro”, disse Micale. “Esse reconhecimento por parte do COB é uma grande emoção, me pegou de surpresa e me deixa extremamente orgulhoso e feliz. Ser escolhido em um prêmio tão importante como esse e no meio de tantos excelentes treinadores de modalidades que torcemos tanto nos Jogos, realmente é um grande reconhecimento”, celebrou o treinador. 
 
Reafirmando o compromisso de incentivo ao esporte nacional, o Bradesco, pelo quarto ano seguido, é um dos patrocinadores do Prêmio Brasil Olímpico na categoria melhor técnico. 
 
1

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook