Isadora Willians estreia em busca de resultado inédito na Patinação Artística

Brasileira mudou de cidade e de técnico neste ciclo olímpico, em busca de evolução / Foto: Gustavo Longo/CBDGBrasileira mudou de cidade e de técnico neste ciclo olímpico, em busca de evolução / Foto: Gustavo Longo/CBDG

Coreia do Sul - Quatro anos após ser a primeira atleta sul-americana a competir na patinação artística em Jogos de Inverno, em Sochi, na Rússia, a brasileira Isadora Williams se prepara para sua segunda participação olímpica disposta a escrever mais um capítulo inédito da história do Brasil na modalidade. Ela estreia em PyeongChang nesta terça-feira, dia 20, às 22h de Brasília.
 
Isadora Williams é uma das 30 inscritas na disputa do Programa Curto, nome dado à primeira apresentação da patinação artística. As competidoras estão divididas em cinco grupos de seis atletas. A brasileira está no primeiro grupo e será a segunda atleta a se apresentar no rinque do Gangeung Ice Arena com a música "Hallelujah". 
 
"Fiquei muito feliz em conquistar a vaga olímpica pela segunda vez. Treinei muito para isso e fiz mudanças em minha vida para melhorar meu treino. Esta nova fase de crescimento e amadurecimento me transformou muito como atleta e pessoa", afirmou Isadora. 
 
Na última temporada, a brasileira passou a treinar com o casal de ex-patinadores olímpicos Igor Lukanin e Kristin Frasier-Lukanin. Para isso, Isadora mudou-se para Little Falls, no estado norte-americano de Nova Jersey, onde treina e faz faculdade. Os resultados no ciclo olímpico comprovam sua evolução. Foram cinco medalhas internacionais no período e a quinta posição obtida no Troféu Nebelhorn, em setembro de 2017, que lhe garantiu a vaga olímpica pela segunda vez. 
 
As 30 atletas presentes nos Jogos Olímpicos de PyeongChang participam do Programa Curto da patinação artística no gelo nesta terça-feira. Contudo, só as 24 melhores avançam para o Programa Longo, no dia 22, a partir das 22h de Brasília, o que seria um feito sem precedentes para o Brasil. A campeã será a atleta que obtiver o maior número de pontos na somatória das duas notas. 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook