Bobsled classificado para os jogos olímpicos de PyeongChang 2018

Além do trenó 4-man, Brasil conquistou vaga inédita no 2-man masculino / Foto: Divulgação CBDGAlém do trenó 4-man, Brasil conquistou vaga inédita no 2-man masculino / Foto: Divulgação CBDG

São Paulo - O bobsled brasileiro carimbou seu passaporte para os Jogos Olímpicos de PyeongChang 2018. As vagas foram confirmadas nesta segunda-feira, dia 15 de janeiro, com a divulgação oficial do ranking da IBSF (Federação Internacional de Bobsled e Skeleton) após as competições do fim de semana. O trenó 4-man masculino se classificou com a melhor posição da história do país no ranking de qualificação olímpica. Além disso, o 2-man masculino conquistou o direito de participar, pela primeira vez, da competição nos Jogos.
 
"Foi uma temporada maravilhosa até a nossa classificação. Nosso time vem evoluindo a cada competição, melhorando tecnicamente e fisicamente. Vamos chegar aos Jogos na melhor forma, o que é muito importante. Queremos fazer um grande resultado em PyeongChang", afirmou Edson Bindilatti, piloto do 4-man e do 2-man, que vai disputar os Jogos pela quarta vez.
 
No 4-man (quarteto), o conjunto brasileiro comprovou no último fim de semana a evolução que já vinha demonstrando ao longo deste ciclo olímpico. A equipe liderada pelo piloto Edson Bindilatti conquistou o título geral da Copa América da modalidade após ficar com um bronze e uma quarta colocação nas duas últimas provas em Lake Placid, nos Estados Unidos. Assim, o time terminou na 21ª colocação do ranking internacional, a melhor posição da história do Brasil na lista de classificação olímpica. Será a quarta participação da equipe nacional nos Jogos, competiu também em Salt Lake City 2002, Turim 2006 e Sochi 2014.
 
Para coroar o bom momento do bobsled brasileiro, a dupla também comandada por Edson Bindilatti conseguiu a inédita vaga olímpica no 2-man. O trenó nacional ficou com uma quarta posição e uma medalha de bronze nas últimas duas corridas em Lake Placid. Dessa forma, acabou na 34ª colocação do ranking internacional, o suficiente para ficar com uma das 30 cotas disponíveis.
 
Além do Bobsled, o Brasil já tem uma representante garantida na patinação artística no gelo nos Jogos de PyeongChang. Isadora Williams confirmou em setembro de 2017 sua segunda participação olímpica. Na ocasião, ela ficou na quinta posição do Troféu Nebelhorn, na Alemanha, e conquistou uma das seis vagas olímpicas restantes na modalidade.
 
A delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 também terá a presença de representantes das modalidades de neve. Para esses esportes, o período pré-olímpico está aberto até 21 de janeiro.
 
A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de PyeongChang 2018 está marcada para o próximo dia 9 de fevereiro.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook