Mirlene Picin encerra a temporada de competições no hemisfério sul

6 medalhas em 7 competições / Foto: Divulgação6 medalhas em 7 competições / Foto: Divulgação

Argentina - Mirlene Picin encerrou ontem sua participacao em competicoes na neve na temporada austral 2017. As últimas duas provas aconteceram em Cerro Catedral, Bariloche, Argentina. Foram duas provas de ski cross country válidas pelo ranking internacional da FIS.
 
No dia 11 de setembro, Mirlene sagrou-se campeã da prova de 5km no estilo clássico e no dia 12 ficou por 1 segundo fora do podium, perdendo a medalha de bronze para uma atleta chilena.
 
A temporada começou para a atleta em agosto no Chile, em provas de biathlon (ski e tiro) no Campeonato Sulamericano em Portillo. Em setembro, foi a vez de competir no ski cross country, em competições que aconteceram em Chillian, Chile e Bariloche Argentina. No total foram 6 podiuns em 7 largadas.
 
- Bronze nos 10km de fundo - Portillo Sulamericano
- Bornze no sprint de biathlon - Portillo Sulamericano
- Bronze no mass start de biathlon - Portillo Sulameicano
- Bronze no sprint de cross country - Chillian Sulamericano
- Prata no distance de 5k de cross country - Chillian Sulamericano
- Ouro no distance de 5k clássico de cross country - Bariloche 
- 4* colocada no distance de 5k de cross country - Bariloche
 
Com os resultados do biathlon, Mirlene soma 26 medalhas em sulamericanos, desde que iniciou em 2009. No ski cross country, as íltimas provas deixaram a atleta com a melhor pontuação em lista da FIS na carreira.
 
"Os resultados da temporada austral foram muito bons para mim. Nos 2 meses que estive treinando nos Estados Unidos no centro de treinamento de Sun Valley (SVSEF), consegui corrigir e aprimorar muita coisa. E ainda tem muito pra melhorar."
 
"Agradeço aos patrocinadores e amigos que estão me permitindo treinar e competir, reunindo recursos financeiros e esforços para que as coisas possam acontecer. Hoje tenho uma equipe com treinadores, nuticionista, fisioterapeuta me auxiliando pelo simples fato de querer me ver competir e patrocinadores e amigos que possibilitam recursos financeiros para cobrir parte dos meus gastos."
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook