Brasil se destaca em reunião da Federação Internacional de Ski

Comitês Técnicos da organização abordaram diversos aspectos relacionado às modalidades de neve / Foto: Divulgação Comitês Técnicos da organização abordaram diversos aspectos relacionado às modalidades de neve / Foto: Divulgação

Eslovênia - Entre a última quarta (24) e sábado (27), o Brasil foi representado durante reunião da Federação Internacional de Ski (FIS), realizada em Portoroz (Eslovênia). Comitês Técnicos da entidade discutiram decisões e assuntos relacionados às modalidades de neve.
 
O presidente Stefano Arnhold, o CEO Pedro Cavazzoni e o gestor das modalidades de Cross Country e Biathlon Caio Freixeda foram os representantes da Confederação Brasileira de Desportos na Neve.
 
Responsável por uma moção aprovada por unanimidade no Congresso da FIS em 2016, que propõe a realização de um trabalho de planejamento estratégico para a entidade, o Brasil viu o primeiro passo para sua execução durante o encontro. Contratada pela FIS, uma empresa externa apresentou a metodologia utilizada no desenvolvimento do trabalho, resultados obtidos por meio de pesquisas e discutiu junto aos participantes alguns temas-chave para o processo.
 
Em outros momentos durante os encontros, por exemplo a reunião do subcomitê de desenvolvimento de Cross Country, o Brasil teve seu trabalho acerca do rollerski e cross Country elogiado. Nas discussões envolvendo o Snowboard, Ski Freestyle e Freeski, destaque para o trabalho de adequação de propostas, organização e aprovação das mudanças de regras por Stefano Arnhold, Chairman do Comitê de Regras.
 
“Novamente o Brasil se destacou nesta reunião da FIS (Federação Internacional de Ski) com suas apresentações nos Comitês de Rollerski e Ski Cross Country (tendo sido citado como modelo para países em desenvolvimento nestas modalidades), ao conduzir todo o complexo processo de regras do Snowboard, Freestyle e Freeski, na Presidência do Comitê de Masters e no fechamento das atividades quando foi apresentado o progresso do projeto de desenvolvimento de uma Estratégia/Business Plan para a FIS, que resultou de uma moção brasileira ao Congresso de Cancún em 2016”, pontuou Stefano Arnhold, presidente da CBDN e representante do Brasil durante a reunião em Portoroz.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook