Michel Macedo atinge melhor resultado da história do Brasil no Ski Alpino

Jovem de 18 anos que briga por vaga nos Jogos Olímpicos alcança marca em prova nos Estados Unidos / Foto: Divulgação CBDNJovem de 18 anos que briga por vaga nos Jogos Olímpicos alcança marca em prova nos Estados Unidos / Foto: Divulgação CBDN

EUA - A renovação da equipe de Ski Alpino é um dos principais trunfos do Brasil em busca de resultados cada vez melhores nas modalidades de neve. Com apenas 18 anos, Michel Macedo, um dos mais cotados para conseguir a vaga nos Jogos Olímpicos de 2018, registra mais uma quebra de recorde.
 
No último domingo (26), em prova de Slalom realizada em Sun Valley Resort (Estados Unidos), o esquiador brasileiro não só alcançou a melhor marca do país na disciplina técnica como também o melhor resultado da história brasileira na tradicional modalidade de inverno.
 
Competindo no país em que reside desde pequeno, Michel Macedo foi a Sun Valley Resort para pequena maratona de quatro dias de competições válidas para a Federação Internacional de Ski (FIS). Entre quinta (23) e o último domingo disputou duas provas de Slalom Gigante e duas de Slalom, com destaque para a última. Na nona colocação, somou 32.90 pontos FIS.
 
Para efeitos de comparação, o melhor resultado de Macedo na disciplina de Slalom havia sido os 39.84 pontos obtidos em prova no dia 24 de março de 2016, no Sugar Bowl Ski Resort, nos Estados Unidos. Porém, o recorde nacional pertencia, inclusive, a outro atleta. Guilherme Grahn, parceiro de equipe de Macedo e principal concorrente na briga pela vaga aos Jogos de 2018, conquistou no dia 11 de abril de 2015, em Storklinten (Suécia), 36.10 pontos.
 
Em termos absolutos, em relação aos recordes em outras disciplinas, o resultado de Macedo supera os 35,48 pontos de Maya Harrisson alcançados em prova de Slalom Gigante no Valle Nevado (Chile), em 26 de agosto de 2009. Outra marca batida – e também obtida pelo próprio Michel Macedo – é o 36,36 de outra prova de Slalom Gigante, realizada no Valle Nevado no dia 27 de agosto de 2016.
 
Isabel Clark fecha Copa do Mundo no Top 30 - A temporada pré-olímpica de Isabel Clark chegou ao fim no último sábado (25) com a realização da última etapa do circuito da Copa do Mundo de Snowboard Cross em Veysonnaz (Suíça). Pela 5ª vez em sete possíveis, a rider brasileira disputou as finais da competição.
 
Com a 22ª colocação e mais 90 pontos na conta rumo a PyeongChang 2018, após o desempenho geral no circuito da Copa do Mundo e no Mundial de Sierra Nevada (Espanha), a atleta carioca soma 750 pontos na corrida pela vaga e ocupa a 21ª posição geral do ranking. Para se garantir em PyeongChang 2018, que pode ser sua 4ª participação em Jogos, precisa estar no Top 30 do ranking. 
 
“Termino a temporada competitiva com a última etapa da Copa do Mundo em Veysonnaz. Não foi como gostaria, mas termino dentro da faixa classificatória para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, e agradecida pelas experiências que obtive, por representar o Brasil e terminar sem lesões”, finalizou Clark.
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook