Atletas se solidarizam com esgrimista que desistiu de 2016 por falta de apoio

Jovens atletas também demonstraram apoio a Élora / Foto: ReproduçãoJovens atletas também demonstraram apoio a Élora / Foto: Reprodução

Rio de Janeiro - Élora Ugo Pattaro, a esgrimista brasileira de 29 anos que desistiu de se preparar para os Jogos Rio 2016 e disse ter vergonha de competir pelo Brasil, ganhou apoio de outros atletas da mesma modalidade recentemente, na campanha #EstamoscomÉlora. 

A atleta parece não estar sozinha na luta pacífica contra o domínio dos cartolas no esporte. Pegando inspiração na luta dos atletas do vôlei após o surgimento do escândalo envolvendo o então presidente Ari Graça, os esgrimistas postaram fotos apoiando Élora. 

A manifestação veio de diversas partes, de atletas de diferentes clubes, idades e categorias. Um deles é Roberto Lazzarini, um dos maiores esgrimistas do País, atleta olímpico em Seul 1988 e Barcelona 1992, que joga até hoje pelo Esporte Clube Pinheiros. 

A Associação Brasileira de Esgrimistas divulgou um documento com assinaturas daqueles que apoiam Élora, pedindo diálogo com a Confederação Brasileira de Esgrima (CBE). Essa, por sua vez, insistia em dizer que a esgrimista estaria sozinha. 

Vídeo - A brasileira desabafou publicamente na semana passada, postando um vídeo em que afirma estar abandonando a seleção olímpica por ter sido prejudicada em seu treinamento para os Jogos Rio 2016. 

Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook