Mayra Aguiar é vice-campeã do Grand Slam de Dusseldorf

Brasileira venceu todas as lutas por ippon, mas caiu na final diante da japonesa Ruika Sato / Foto: Divulgação / IJFBrasileira venceu todas as lutas por ippon, mas caiu na final diante da japonesa Ruika Sato / Foto: Divulgação / IJF

Alemanha - A bicampeã mundial Mayra Aguiar começou a temporada 2018 com pódio em uma das etapas mais duras do Circuito Mundial da FIJ. Neste domingo, dia 25, a brasileira conquistou o vice-campeonato do Grand Slam de Dusseldorf, na Alemanha, e levou mais 700 pontos no Ranking Mundial. Sua adversária na final foi a japonesa Ruika Sato, que venceu a decisão nas punições, 3 a 2.
 
Número 5 no ranking mundial da FIJ, Mayra chegou como uma das cabeças-de-chave e respondeu ao favoritismo vencendo todas as lutas preliminares por ippon. Estreou já nas oitavas-de-final com vitória sobre a francesa Sama Hawa Camara e, nas quartas, bateu a alemã Luise Malzhan ao forçar três punições à adversária. Na semifinal, Mayra conseguiu projetar Klara Apotekar, da Eslovênia,  pontuar com um waza-ari e, na transição, finalizou a eslovena com uma chave-de-braço para se garantir na final. 
 
O duelo contra Sato foi uma reedição da semifinal do Campeonato Mundial de Budapeste, em que Mayra sagrou-se bicampeã do mundo. Dessa vez, a japonesa levou a melhor em luta equilibrada forçando três punições à brasileira.
 
Na mesma categoria, Samanta Soares caiu na primeira luta para a alemã Lisa Dollinger, assim como a peso pesado Maria Suelen Altheman, que foi superada na primeira luta pela tunisiana Nihel Cheikh Rhouhou. 
 
Entre os homens, Ruan Isquierdo venceu a primeira luta, contra o alemão Andre Breitbarth, mas caiu nas oitavas para o russo Andrey Volkov, no peso pesado (+100kg). Eduardo Bettoni (90kg) também estreou com vitória sobre o congolês Eyale Le Beau, mas perdeu na segunda rodada frente ao belga Joachim Bottieau. 
 
Com isso, o Brasil fechou sua participação no Grand Slam de Dusseldorf com duas medalhas: bronze, de Eric Takabatake (60kg), e prata, com Mayra Aguiar (78kg). Além disso, Érika Miranda (52kg) e Ketleyn Quadros (63kg) ficaram em quinto lugar. 
 
A próxima competição da seleção brasileira de judô no Circuito Mundial será o Grand Slam de Ecaterimburgo, na Rússia, nos dias 17 e 18 de março.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook