Judoca da Corpore Sano participa de treinamento com número 1 do ranking mundial

Ruan Neves treinará ao lado de David Moura até o dia 22 de fevereiro / Foto: Martinez ComunicaçãoRuan Neves treinará ao lado de David Moura até o dia 22 de fevereiro / Foto: Martinez Comunicação

Mato Grosso - Todo atleta sonha em um dia estar ao lado dos melhores do mundo na modalidade que pratica. Judoca da Corpore Sano/SMERP, Ruan Neves, número 22 do ranking nacional, está aproveitando essa rara oportunidade de dividir o tatame com David Moura, número 1 do ranking mundial na categoria +100 kg.
 
Aos 26 anos, Ruan participa de um treinamento especial na cidade de Cuiabá, no Mato Grosso, desde o dia 5 até o dia 22 de fevereiro, onde desfruta de um treinamento ao lado do atual vice-campeão mundial da categoria. O treinamento será na David Moura Academia de Judô.
 
“Olha acredito que uma experiência sensacional, tanto esportiva quanto pessoalmente falando. Ele é uma pessoa espetacular, e sei que tenho muito para aprender lá. Por isso acredito que será de uma ajuda imensa para mim nos tatames”, comentou o judoca.
 
Ruan desde pequeno é apaixonado pelo esporte, mas em determinado momento de sua vida precisou parar com os treinamentos e as competições. Isso porque, o atleta iniciou graduação em Sistemas da Informação. No início ainda tentou seguir praticando, mas com o tempo, acabou cedendo a necessidade de uma pausa.
 
“Eu tentei nunca ficar 100% sem lutar. Tinha época que eu pegava o judogi e ia fazer um treino só pra dar uma mexida no corpo pois eu estava quase enlouquecendo. Não foi bem uma decisão, o tempo foi se tornando escasso, fui deixando de conseguir fazer algumas coisas, e uma delas acabou sendo os treinos de judô. Acabei deixando de lado para finalizar os estudos”, revelou.
 
Com a graduação em 2016, decidiu voltar, e já mostrou serviço. Com um ano de disputas, alcançou o 22º lugar no ranking nacional. Dentre os principais resultados da última temporada estão: Campeão Regional, 3º colocado no Torneio Interregional, 7º no Campeonato Paulista Sênior, 3º colocado no Campeonato Paulista Universitário, 7º colocado no Troféu Brasil Interclubes e vice-campeão dos Jogos Regionais no Individual e por Equipes.
 
Consciente, ele encontrou uma maneira de seguir como judoca, sem abrir mão dos estudos. A partir de março vai conciliar o esporte com seu mestrado em Física Computacional. Parar com o judô? Nem passa pela cabeça de Ruan, que inclusive, tem uma meta ousada para a atual temporada.
 
“Acho que a principal meta que restou para 2018 é conseguir a vaga na seletiva nacional, ou seja, ficar entre os nove primeiros do ranking nacional. A outra grande meta deste ano já consegui cumprir cedo, que era o ingresso no mestrado da USP e conseguir montar uma rotina onde judô e mestrado se ajudassem e não atrapalhassem um ao outro”, celebrou.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook