Qual é o melhor tênis para minha corrida?

Qual é o melhor tênis para minha corrida? / Foto: DivulgaçãoQual é o melhor tênis para minha corrida? / Foto: Divulgação

São Paulo - Quando você decidir realizar alguma prática esportiva, fique atento aos cuidados que deve tomar para evitar incômodos futuros, dentre eles a escolha de acessórios que favoreçam a realização da atividade. 
 
 
Na dica de hoje, vamos falar de um companheiro inseparável quando nos referimos às corridas e que, se bem selecionado, ajudará na sua performance, na prevenção de lesões, evitando possíveis desconfortos nos treinos e nas competições.
 
Você já deve estar imaginando que estamos falando do tênis.Sabemos que nessa área o mercado é sedutor, e há uma diversidade enorme de opções, com diferentes cores, modelos e preços. Na empolgação, corremos o risco de adquirir um produto interessante no visual e para o bolso, mas que pode não contemplar as necessidades básicas da atividade física que você irá praticar.
 
Sua escolha tem que partir de algumas exigências mínimas. Uma boa compra deve primeiramente contemplar um tênis que atenda ao seu tipo de pisada. Existem três tipos de pisadas: a pronada, a supinada e a neutra. Caso você não conheça tão bem seus pés, há a opção de realizar um teste simples: molhe o pé e pise sobre um papel, no qual deixará a sua pegada. Toda a área que o seu pé tocar ficará molhada. Se você tiver uma pisada pronada, a marca será de toda a sola do pé. Na pisada supinada, as áreas mais molhadas serão as laterais externas do pé. Se o pé não for pronado e nem supinado, uma pisada normal apresentará uma cavidade na parte interna da pisada, e as áreas molhadas no papel serão mais uniformes.
 
Os fabricantes têm utilizado tecnologia para a produção que contempla os referidos tipos de pés e oferece modelos específicos para cada situação. A pisada de cada um está relacionada com algumas características anatômicas dos indivíduos. Um bom par de tênis deve garantir bastante conforto, amortecer impactos, garantir que o corredor desenvolva o máximo de seu potencial, evitar possíveis lesões, calos, bolhas, fratura por estresse e problemas crônicos, como as tendinites. Um produto de qualidade em uso intenso dura próximo de seis meses, ou cerca de 650 km.
 
Outro fator importante é o tipo de terreno onde você fará o seu treino. Se o mesmo ocorrer em pisos acidentados, como uma estrada de terra irregular, uma boa dica é o modelo destinado a pessoas que fazem trilhas. Já no caso de asfalto ou piso duro, opte pelo modelo com ênfase no amortecimento.
 
Antes de levar um par para casa, experimente vários modelos e tamanhos. E lembre-se: o tênis mais caro nem sempre é o melhor para você. Analise a anatomia dos seus pés, seus futuros treinos e converse com o vendedor. E com o passar do tempo, por mais apego que se tenha ao tênis, fique atento ao momento de aposentá-lo, pois passando o período de vida útil o resultado dessa insistência pode lhe causar problemas.
 
Boa compra e boa corrida!
 
Escrito por João Antonio Rufato - Professor nos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física do Centro Universitário Internacional Uninter.
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook